Pragas: As Formigas Cortadeiras

Escrito por

Formigas Cortadeiras

Controle da formiga cortadeira !

Formigas no jardim ou na horta é sempre prenúncio de danos para nossas plantas.

Elas cortam as folhas, brotos e num carreiro desaparecem deixando vestígios de folhas cortadas pelo chão.

O dano sempre é considerável, para quem cultiva rosas, por exemplo, é desolador.

Para entender como as formigas funcionam, vamos entender seu hábito de vida e porque cortam as plantas.

Nem todas as formigas são nocivas às plantas

formiga_cortadeiraExistem no mundo cerca de 18 000 espécies, no Brasil já estão catalogadas cerca de 2000.

De todas as espécies de formigas existentes apenas 1% delas causam dano às culturas, sendo considerada praga de lavoura.

Algumas vivem em ambiente urbano e vivem de néctar outras são predadoras de insetos.

A conhecida formiga caseira que se esconde em ralos e tomadas anda atrás de fonte de açúcar, nos alimentos na cozinha.

Há as formigas que se infiltram em objetos eletrônicos, telefones e causam danos a centros de pesquisa.

Há as que andam pelos hospitais e podem transmitir vírus e doenças.

As destrutivas Formigas Cortadeiras

formiga_cortadeira

Formigas Cortadeiras

Das formigas somente nos interessa neste artigo as cortadeiras, do gênero Atta que são as saúvas e as Acromyrmex, formigas comuns e que em algumas regiões chamadas de quenquéns.

Elas danificam as plantas, diminuindo sua área foliar que processa a fotossíntese e pode liquidar até uma árvore se o ataque for sucessivo.

A formiga cortadeira não é a mesma que está associada às cochonilhas, outra inimiga nossa.

Sobre as Saúvas e Quenquéns

– Como são:

formiga_cortadeiraA saúva tem cerca de 2 mm a 1,5 cm, com 3 pares de espinhos no tórax, enquanto a quenquém é de tamanho menor e possui 4 a 5 pares de espinhos.

O ninho de saúvas tem grande quantidade de terra solta e podem ocupar cerca de 50 m2 e tem o nome peculiar de murundum.

Abrigam aproximadamente 3 a 7 milhões de indivíduos, danos estimativos de amostragem.

O ninho de quenquém é menor e pode atingir 2,0 m de profundidade, mais difíceis de atingir com venenos químicos e consegue abrigar cerca de 170 mil formigas.

– A colônia:

Formigas Cortadeiras

As destrutivas Formigas Cortadeiras

A fundação de uma colônia de formigas começa no vôo nupcial da rainha. Alguns machos a fecundam e morrem após.

A rainha solta suas asas e perfura um buraco com profundidade até 25 cm, onde começará novo reinado.

Ao voar, leva na boca um pouco de fungo e este servirá para cultivo no novo local.

A rainha coloca os ovos e cuida do cultivo do fungo até que os ovos eclodem e as formigas operárias passam a cuidar da confecção das galerias da comunidade, da limpeza da colônia, alimentação das larvas e do cultivo do alimento.

Algum tempo após da fundação, que pode oscilar até 3 meses devido a condições climáticas, a colônia é aberta e as operárias saem à busca de vegetais para servir de matéria prima para o cultivo do fungo do qual se alimentam.

Fotos utilizadas sob licença Creative Commons: Lennart Tange