Fungicidas Naturais para Plantas Ornamentais

Escrito por

 

Desde antigos tempos plantas são utilizadas para curar doenças diversas em homens e animais – mais recentemente, para tratar diversas enfermidades que podem ocorrer nos próprios vegetais.

Muitas plantas tem nas folhas, cascas e raízes propriedades que são produtos secundários da fotossíntese e que, para ela, é sua defesa natural.

O Que São os Fungicidas Naturais

Princípios ativos são partes das plantas, tais como heterosídeos, flavonóides, óleo essencial, glicosídeos, taninos e muitos outros elementos.

Os óleos essenciais de plantas aromáticas contém, entre tantos, timol, geraniol, limoneno, citral e mentol, que podem ser extraídos e utilizados para tratamento de fungos que atacam vegetais, além de agir como inseticida, moluscicida e repelente de insetos nocivos.

Como Aplicar os Óleos Essenciais como Fungicidas

Devem ser usados para tratamento tópico, isto é, colocados sobre as folhas ou talos que apresentem sintomas de fungos.

Estes “chás” terapêuticos não devem ser aplicados com a planta ao sol, evitando que as gotas formem lentes que propiciarão queimaduras pontuais sobre a folha.

Também não deverão ser aplicados antes de chuva, pois haveria diluição das substâncias.

A melhor hora é no final da tarde ou em dias nublados.

Para acabar com a doença da planta teremos de realizar várias aplicações, pois é um produto natural e ocorre a volatilização dos elementos que são eficazes.

Aplicar sobre toda a planta, já que muitas vezes uma parte esquecida está desenvolvendo o fungo mas ainda não há sinais aparentes.

Tratar plantas vizinhas de mesmo tipo também é uma boa prática, evitando a proliferação por todo o canteiro.

Plantas que Podem ser Usadas para Fazer Chás Repelentes

Existem muitas plantas das quais são extraídos os óleos para usarmos como venenos verdes. Saiba mais neste artigo.

Cito algumas plantas que contêm elementos para tratamento de fungos:

camomila (Matricaria chamomilla)

Camomila

Como Fazer o Chá Repelente de Combate a Fungos

Diferentes formas são usadas para fazer em casa os chás para combate de fungos:

  • Maceração: deixar 24 horas imersa em água na temperatura ambiente as partes das plantas bem picadas, depois coar, e colocar em aspersor e empregar;
  • Fermentação: colocar as folhas imersas em água por 4 dias, para partes macias como flores e folhas. No inverno e para partes mais firmes como as da cavalinha pode se estender até 10 dias. Controlar a fermentação, evitando o apodrecimento, retirar as partes que mostram sinais de decomposição, substituindo por outras frescas;
    infusao

    Infusão de alecrim.

  • Infusão: é conhecida como chá e é usada para folhas macias e flores. Colocar as partes a usar num recipiente e verter água quente não fervente. Cobrir para evitar a perda dos elementos voláteis e deixar em repouso por até 24 horas. Coar, colocar no aspersor e empregar. Se houver sobra, poderá guardar na geladeira por até uma semana;
  • Decocção: utiliza duas técnicas já descritas acima, a maceração e o chá. Deixar de molho as partes da planta em água na temperatura ambiente por 24 horas, depois colocar em recipiente que possa ser levado ao fogo com esta água em que ficaram de molho. Quando iniciar a fervura, apagar o fogo. Deixar esfriar, coar e empregar. Utiliza-se para raízes, folhas mais firmes e ramos ou cascas como as da caneleira. Ao esfriar poderá começar a decomposição rapidamente com a perda dos elementos, então é interessante utilizar logo o produto.

Observação: o óleo de nim ou neem é comercializado em frascos, podendo ser adquiridos em hortos e agropecuárias e deverá ser diluído em água fria conforme especificação da embalagem. Usar um aspersor exclusivo.