Férias na Neve: Como Escolher a Roupa Certa

Escrito por

Sim, moramos num país tropical! Por isso, o sonho de muitos brasileiros é viajar para locais bem frios e ter a experiência da neve. Mas o que vestir nessas condições extremas? Veja a seguir dicas para roupas bem quentinhas.

A roupa de frio que a maior parte de nós tem no armário não é páreo para uma localidade de temperaturas geladas, com neve. Elas possuem características específicas e devem ser todas combinadas, vestidas em camadas.

Embora não sejam encontradas em qualquer lugar, essas roupas são vendidas em lojas especiais e até mesmo pela internet, tanto para adultos quanto para crianças. Também vale a pena comprar peças especiais já em solo internacional, assim que chegar.
Mas, para não perder tempo, informe-se sobre o endereço dessas lojas antes de fazer a mala.

Confira todas as peças essenciais para colocar na mala quando o destino inclui neve.

Proteja as Mãos e os Pés da Neve

As extremidades no nosso corpo são as que resfriam primeiro. Mãos e pés possuem menos gordura, que é um isolante térmico natural, e logo sofrem com a baixa temperatura.

Luvas de tramas vazadas, como de tricô ou crochê, não funcionam na neve. Primeiro porque o frio passa rapidamente por entre os pontos; segundo, porque elas podem acabar molhando em contato com o gelo.

O ideal são as luvas em duas camadas: o resultado é uma proteção bem resistente e vedado. A primeira pode ser uma luva bem fininha, de preferência com as pontas do dedo sensíveis para tocar em telas touch, como as da câmera do celular. Afinal, você está de férias e vai querer tirar fotos.

Por cima dela use uma luva de couro, de preferência forrada de lã ou pelos. Também existem luvas que já vem com duas camadas.

Para os pés, deixe para trás as meias de lojas de departamento, que vem em saquinhos. Você precisará investir em boas meias de lã, que realmente esquentam em baixas temperaturas.
Meias térmicas também são uma boa pedida. Se necessário, vista as duas!

No Frio, Cubra sua Cabeça e o seu Pescoço

menino casaco frio neveNão é preciso ser careca para precisar proteger sua cabeça. É por meio dela que perdemos a maior parte do calor do corpo.

O melhor são os gorros de lã: eles “abraçam” a cabeça e ainda podem ser esticados para cobrir as orelhas e a maior parte da testa. Chapéus tipo barrete feitos de pele de animais também funcionam muito bem.

Se o clima estiver extremo, lance mão de uma balaclava, aquele gorro que cobre o rosto inteiro, deixando apenas os olhos de fora.

E mesmo que esteja usando uma blusa de gola rolê, não dispense o cachecol. Ainda melhor são as écharpes largas e grossas, que não apenas protegem o pescoço como também parte do tórax.

Primeira Camada: Roupa Térmica

Como mencionamos, para a neve o segredo é vestir roupas em camadas. E a primeira delas deve ser especial, térmica. Isso inclui calças e blusas, também conhecidas como “segunda pele”.

Elas são justinhas, elásticas e devem ser feitas de lã e poliéster misturados. Algumas possuem uma camada fina de fleece no avesso.
Se quiser aumentar a proteção, por baixo da roupa térmica use long johns, que são como uma meia grossa que cobrem o corpo todo.

Segunda Camada: Calças, Blusas, Casacos

Por cima dos long johns e roupas térmicas, procure vestir uma camisa de tecido quente, como veludo ou flanela. Em seguida, coloque uma blusa de lã bem grossa com duplo forro, para evitar que o frio passe pela trama.

Os casacos mais externos, no entanto, devem ser de material impermeável. Afinal de contas, a neve molha – e nada pior do que isso no frio intenso. O couro ou tecidos especialmente desenvolvidos para serem à prova de umidade são essenciais.

Mas isso não é tudo: essas peças também devem contar com forros poderosos, como o de pena de ganso ou lã de carneiro. Os fechos devem ser duplos, como zíper e botões. Eles também devem ajudar a vedar as mangas e a gola. Capuz é sempre uma boa ideia.

As calças devem seguir a mesma linha. Os modelos tipo macacão, que evitam que a neve entre pela cintura ou pelo tornozelo, são os mais indicados. Você pode arrematar com uma calça quebra-vento, que não deixa o ar entrar.

Nos Pés, Só a Bota é à Prova de Neve

meias botasEsqueça o tênis: eles estão longe de vencer um caminho cheio de neve sem levar seus pés ao congelamento. Mesmo as meias mais poderosas não podem vencer esse desafio sozinhas.

Procure por botas de cano alto e com forro de peso, como a lã ou a pele. Não vale que eles estejam presentes apenas nos tornozelos: devem ir até a ponta dos dedos.

Evite botas com saltos: elas podem ser traiçoeiras em camadas mais grossas de neve ou no gelo. O solado ideal precisam ser espessos, de borracha antiderrapante e com ranhuras bem marcadas.
Externamente, dê preferência ao couro: nada mais é tão à prova de umidade do que ele.

Se você vai fazer longas caminhadas no meio da neve, cogite as botas plásticas com revestimento baffin.

E sempre leve suas meias especiais para frio na hora de experimentar suas botas de neve: elas devem ser do tamanho não apenas dos seus pés, mas de todo o conjunto.