Aprenda a Planejar sua Aposentadoria

Escrito por

Depois de trabalhar por uma vida inteira, nada mais justo do que ter alguma segurança financeira na hora de se aposentar.

As contratações de carteira assinada ou micro-empreendedor individual (MEI) já acionam automaticamente a Aposentadoria Social, como o INSS. No entanto, a quantia paga na hora da aposentadoria quase sempre é insuficiente para sustentar o ex-trabalhador.

Portanto entra em cena a aposentadoria privada, realizada diretamente junto aos bancos.

Idealmente, deve-se iniciar uma previdência privada em idade bem jovem, assim que entrar no mercado de trabalho. Isso porque quanto antes você entrar, menor o valor da contribuição terá que pagar para receber um bom valor de aposentadoria.

Mas é claro que é possíve começar a qualquer momento da vida. No entanto, será preciso contribuir com mais para chegar a um bom valor de aposentadoria.

Veja a seguir nossas dicas para planejar a sua aposentadoria.

Aposentadoria: Definindo Metas

idosos-financasOs dois primeiros aspectos-chave para se definir quando o assunto é aposentadoria são quando você deseja se aposentar e quanto deseja receber.

Caso você possa contar com aposentadoria pública, ela deve entrar na conta; pense que a sua aposentadoria privada deve ser complementar a ela.

Para isso, consulte a Previdência Social para ter uma ideia do quanto irão te pagar se você continuar ganhando o mesmo até se aposentar.

Então, considere os gastos que você terá no futuro: moradia, alimentação, lazer e, principalmente, despesas remédios e planos de saúde. Estes tendem a aumentar bastante com o avanço da idade.

Provavelmente sua despesa com os filhos cairá, já que eles se tornarão independentes. Em geral, estima-se que o investidor precisará de cerca de 70% de sua renda pré-aposentadoria.

Embora a Previdência Social possua uma idade certa para que o trabalhador se aposente, no sistema privado você deverá estimar a sua.

Leve em consideração que a qualidade de vida está aumentado, de modo que as pessoas estão trabalhando sem sacrifícios por mais tempo. Além disso, a expectativa de vida também está crescendo a cada geração.

Desta forma, você terá dois dados fundamentais para definir, junto à instituição financeira, com quanto contribuir mensalmente.

Comece seu Plano de Previdência Imediatamente

Nunca é tarde para começar a planejar financeiramente a última parte da sua vida.

A maneira mais simples de começar a contribuir com regularidade é junto a um banco. Você conversa com seu gerente sobre os seus planos e ele pode ajudar a fazer eventuais ajustes, de modo a otimizar a sua contribuição.

idoso-tenis-esporte

Então, o banco descontará mensalmente o valor acordado diretamente de sua conta.

Vale lembrar que em geral a quantia mínima para contribuição é bem pequena, permitindo que qualquer pessoa participe.

Certifique-se, também, qual o procedimento do banco na hora de reajustar as parcelas para compensar a inflação, por exemplo.

Dicas para o Sucesso da sua Aposentadoria Privada

Assegure-se com o gerente detalhes como a necessidade de interrupção da contribuição em caso de desemprego. O que o banco pode fazer por você nesses casos?

Outro bom conselho é sempre rever a possibilidade de aumento do valor da contribuição em caso de aumento de salário, por exemplo.

Quem está investindo na previdência privada poderá definir quando desejará receber sua renda. Você poderá fazer resgates periódicos ou um total.

Além disso, por lei você pode transferir integralmente o valor investido até o momento para um novo banco, sem custos adicionais. No entanto, depois que se aposentar e começar a receber o benefício, não poderá mais fazer transferências.

Vale lembrar que também é possível guardar dinheiro para a aposentadoria em outras naturezas de investimento que não a previdência.