Mude seu Estilo de Vida e Economize Dinheiro

Escrito por

Momentos de crise financeira exigem mais perspicácia que o normal para manter as contas equilibradas. Selecionamos algumas dicas ousadas para te ajudar: economize dinheiro imediatamente.

Mudar o estilo de vida é a forma mais imediata de poupar dinheiro – e isso pode soar como sacrifício. Mas se você tiver ousadia e alguma disciplina, isso pode ser temporário.

Atenção aos Bancos e Cartões de Crédito

porquinho calculadoraComece reduzindo seu status junto ao banco: clientes VIPs pagam mais por pacotes de serviços especiais porque não estão com as contas apertadas. Cogite um pacote comum.

Se possível, cancele seu limite de cheque especial. Assim você sempre terá que trabalhar fora do vermelho, evitando juros abusivos.

Cartões de créditos também devem ser guardados lá no fundo da gaveta.
Eles são um grande estímulo para gastar na hora sem ter certeza se poderá pagar depois. Tentar negociar uma anuidade mais em conta deve ser feito, mas não é suficiente.

Venda o Carro e Compre Outro Á Vista

Estamos falando em mudança de estilo de vida em favor do seu bolso – e poucos hábitos são tão indicativos dos seus hábitos do que ter carro particular.

Pense bem. Será que você está razoavelmente bem servido de transporte público perto da sua casa? Ônibus em bom número e variedade de destinos, metrô? Melhor dos mundos: você pode vender seu carro, usar o dinheiro para quitar dívidas e ainda sobra para emergências.

Lembre-se de que, de lambuja, você ainda economizará enormemente com gasolina, revisões, seguro, IPVA e outras despesas.
Habitantes de países mais avançados há tempos dispensaram o automóvel próprio para usar transportes coletivos. Mas infelizmente poucas são as cidades do Brasil que oferecem um bom serviço público de deslocamento, tornando a venda do carro inviável.

Neste caso você poderá vendê-lo mesmo assim – e comprar outro mais barato. Não só você vai faturar um dinheirinho com a diferença entre um e outro como todas as taxas do carro mais barato serão mais baixas também.

Se a sua família soma dois carros, venda um deles e façam uma planilha de uso do automóvel entre os membros. Dê carona, faça rodízios.

Pegue Mais Caronas

porquinho consumoCom pessoas conhecidas, é claro.

Como mencionamos no capítulo anterior, tente esquematizar caronas dentro da própria família. Mas se os trajetos são incompatíveis ou você mora sozinho, converse com colegas de atividades que moram perto de você.

O caminho nem precisa ser completo: se já for um trecho, ótimo.
Mesmo que você tenha carro, organize um rodízio com quem também tem. Cada dia é um no volante.

Elimine a Ida a Restaurantes

Aqui é o ponto nevrálgico para a maior parte dos brasileiros, que adoram sair para tomar um chope ou fazer refeições com a família.

A ideia não é eliminar completamente, mas transferir para dentro de casa e chamar os amigos.

Você pode fazer um pequeno bar – com direito a chopeira – ou mesmo simular uma churrascaria. Tudo pode – e deve – ser rachado entre todos os participantes.