Smartphone. Controle e conexão!

Escrito por

Só conectando quando assim se deseja !

Aplicativos que iniciam automaticamente quando o smartphone é ligado podem se tornar causadores de lentidão e até mesmo aumentar o gasto com conexões 3G.
Este artigo propõe formas eficazes de evitar isto.

Tal como acontece no Windows, alguns desenvolvedores acreditam que seus aplicativos devem executar determinadas tarefas antes mesmo do usuário as solicitarem.
De fato alguns deles realmente se tornam mais efetivos se tomarem as rédeas, como é o caso de um cliente de e-mail.

Entretanto, facilmente podemos ter aplicativos do Facebook, Twitter, MSN, Skype e Google Talk, entre outros, disputando memória, conexão 3G e recursos de processamento.
Há ainda funções nativas de vários smartphones, tais como Bluetooth, Wi-Fi e GPS que podem ficar ligados sem necessidade, diminuindo a vida útil da bateria e esquentando o aparelho.

Mas o que fazer? Quais são as consequências? Quem são os vilões?

Wi-Fi


Com o preço elevado das taxas de conexão 3G  no Brasil, é comum procurar por pontos de acesso sem fio, também conhecidos como Wi-Fi ou hotspots.

Entretanto o Wi-Fi do seu smartphone possui um transmissor que emite ondas de rádio e isto consome muita eletricidade, gastando a carga da bateria mais rapidamente.
Considere ainda que o uso do Wi-Fi tende a gerar calor.

Alguns aparelhos possuem a opção de procurar por conexões sem fio automaticamente.
Isto faz com que o smartphone se conecte a qualquer rede Wi-Fi aberta (sem senha) e disponibilize conexão com a Internet sempre que possível.
Tal opção é a que mais gasta bateria e gera calor, devendo ser evitada se não for imprescindível.
Desligar o Wi-Fi quando não estiver sendo usado ou ainda quando não estiver ao alcance de um ponto de acesso é a melhor política.

GPS

Ainda que seja uma ferramenta fantástica, convenhamos que raramente usamos o GPS de forma efetiva.
Na maioria das vezes serve apenas para fazer checkpoint de algum lugar no aplicativo Foursquare ou adicionar informações geográficas em fotos (geotagging).

O GPS não precisa ficar ligado 100% do tempo.
Basta acioná-lo quando precisarmos dele.

Pense ainda que para o GPS funcionar, o smartphone precisa estar em lugar aberto, ou na pior das hipóteses, perto de janelas com vista para o céu.
Isto acontece porque o GPS obtém a informação do lugar onde você está a partir do sinal de pelo menos 3 satélites orbitando a baixa altitude.

Em um Brasil onde não podemos exibir bens valiosos sem o risco de sermos assaltados, convenhamos que usar o GPS na rua pode não valer a pena.

Considere ainda que o uso do GPS também contribui para gastar mais bateria e decida se esta maravilha do mundo moderno precisa estar ligada o tempo todo.

Vale lembrar que os melhores aplicativos de rastreio de celular via GPS, usados para localizar um aparelho furtado ou roubado, ligam o GPS automaticamente e enviam sua localização por SMS ou e-mail.