Como Calibrar os Pneus da Bicicleta?

Escrito por

A calibragem do pneu da bicicleta garante não apenas um passeio mais satisfatório como também mais segurança – tanto para o ciclista quanto para a própria bike.

Até que você descubra qual a calibragem que mais lhe agrada, respeite a informação presente nas laterais dos pneus: ela sempre será sua principal referência.

E saiba que as calibragens variam de acordo com o tipo e modelo da bicicleta.

Descubra a seguir como manter os pneus da sua bike em dia.

Noções Básicas sobre Calibragem dos Pneus de Bicicleta

enchendo pneu bicicletaA regra fundamental é sempre calibrar os pneus da bicicleta antes de sair para passear: quando paradas por algum tempo, as câmaras de ar tendem a perder pressão.

Mas nunca exagere: pneus muito cheios estão mais sujeitos a estourar com mais facilidade. Além disso, a bicicleta treme mais ao passar por pequenas irregularidades do solo.

Um pneu muito cheio é uma boa ideia para pistas de alta velocidade, mas não oferecem segurança para dirigir uma bicicleta em terrenos arenosos.

Leia nossa matéria sobre como viajar de bicicleta.

Lembre-se que, quanto mais fino o pneu, maior será sua pressão, e quanto maior a pressão, mas rígido ficará. Em contrapartida, pneus muito vazios não conseguem amortecer impactos, favorecendo danos às rodas.

O ideal é que o pneu da frente tenha de 2 a 5 PSI (pressão interna do pneu, também chamadas “libras”) menos pressão que o traseiro: isso aumenta a aderência em curvas.

E nunca confie nos seus dedos para checar a pressão dos pneus: providencie um manômetro (medidor de pressão) portátil, relativamente barato.

Bicicletas: Calibragem dos Pneus e o Aro da Roda

Normalmente a calibragem mínima e máxima está marcada na banda lateral do pneu (siga sempre a especificação do fabricante).

Abaixo você encontra as calibragens correspondentes aos diferentes tipos de bicicletas:

  • Mountain bikes: 36 a 40 PSI (dianteiro) e 38 a 42 PSI (traseiro);
  • Bicicletas de asfalto: 90 a 100 PSI (dianteiro) e 90 a 110 PSI (traseiro)
  • Mountain/ Estrada: 50 a 60 PSI (dianteiro) e 50 a 70 PSI (traseiro)
  • Bicicletas comuns aro 26″: de 35 a 45 PSI
  • Bicicletas comuns aro 20″: de 20 a 35 PSI
  • Bicicletas comuns aro 16″ (infantis): de 20 a 25 PSI

pneu bicicletaCom esses parâmetros, é possível estabelecer pequenas variações com base no peso do ciclista, tipo de pneu, condições atmosféricas, do solo e do uso que se vai fazer.

Em terrenos de cascalho, por exemplo, recomenda-se reduzir de 1 a 3 PSI em cada pneu – e nos de terra firme, aumentar de 1 a 3 PSI. Estradas escorregadias exigem a diminuição da pressão em 2 PSI.

Pneus de largura 1.8″ requerem um aumento de 2 PSI na pressão; os de largura de 2.2″-2.4″, diminua em 2 PSI. Pneus de largura de 2.4″-2.6″ devem diminuir a pressão em 4 PSI.

Pneus sem câmara (tubeless) é necessário colocar 3 PSI a menos.