Suculentas: Famílias Botânicas, Como Encontrar

Escrito por

Para esclarecer suas diferenças, colocaremos a seguir detalhes das famílias botânicas, onde poderemos encontrar algumas dos gêneros com espinhos, com folhas suculentas ou com látex.

Família Cactaceae

Flores de vários tamanhos, pequeninas ou grandes vistosas, de tamanho variado, algumas de floração noturna.

Suculentas famílias botânicas -cacto dama da noite botaoSeus tecidos têm mucilagem não tóxica.

Possuem espinhos de variados tamanhos e cores.

As exceções da regra são os gêneros Rhipsalis , Rhipsalidopsisflor-de-maio (Schlumbergera)dama-da-noite (Selenicereus e Epiphyllum) e o cacto-sianinha (Cryptocereus) que não possuem espinhos, ou mesmo que os apresentem, estes são bem pequenos e macios ao toque.

Família Euphorbiaceae

Alguns dos gêneros desta família têm flores e inflorescências vistosas, como na jatrofa (Jatropha),poinsétia (Euphorbia pulcherrima) .

Suculentas famílias botânicas - euphorbia lactea

 

Outras são utilizadas como ornamentais, mas suas flores passam desapercebidas, como por exemplo:
cróton (Codieum) e breinia (Breynia nivosa) . Estas são cultivadas pela folhagem decorativa.

A grande maioria tem nos seus tecidos um látex esbranquiçado (leite) e são tóxicas.

Possuem espinhos:
coroa-de-cristo (Euphorbia millii) candelabro (Euphorbia lacta) , (Euphorbia trigona) , (Euphorbia ingens) as mais conhecidas.

 

Família Apocynaceae

Pachypodium

Paquipódio

As plantas desta família são tóxicas e entre elas cito o paquipódio (Pachypodium) que tem aparência de cactácea, com espinhos e caule suculento.

Mas a coroa de folhas protegendo as flores, no entanto, bem como a presença de látex, desmentem esta impressão.

Nota: muitos dos gêneros desta família contêm látex tóxico mas não espinhos.

Dentre tantos, cito o jasmim-manga (Plumeria rubra), a Dipladenia (Dipladenia), a alamanda-amarela(Allamanda cathartica, A.blanchetii e outras do mesmo gênero Allamanda), a espirradeira (Nerium oleander) e a flor-de-cera (Hoya spp.)

Família Aspholedaceae

São suculentas, algumas com espinhos ao longo da borda das folhas, como o aloe (Aloe sp.) que floresce quando a planta atinge o estado adulto, em grandes inflorescências de minúsculas flores.

Seus tecidos contêm mucilagem e a mais conhecida do gênero Aloe é a babosa (Aloe vera), uma planta medicinal.

Outras têm flores pequenas, folhas carnosas filiformes e são usadas para coberturas vegetais, como a bulbine (Bulbine frutescens).

Família Agavaceae

Foxtail Agave {agave attenuata}Folhas suculentas, inflorescência grande de flores pequenas, mas somente quando a planta atinge seu estado adulto.

Exemplo:

agaves (Agave americano, Agave attenuata e outros do mesmo gênero Agave), furcréia (Furcraea), clorófito (Chrlorophytum)iúca (Yucca spp.), entre outras plantas.

A ponta das folhas são acuminadas formando um espinho seco e seus tecidos também têm uma mucilagem, sendo mais suculentas na base da folha, no caule e nos rizomas, como no caso do clorofito.

Fotos utilizadas sob licença Creative Commons: Rodrigo Godoy