Nandina ou Bambu-Celeste (Nandina domestica)

Escrito por

Nome Botanico:  Nandina domestica Thunb.

Nomes Populares :  Nandina, bambu-do-céu, bambu-celeste

Família :  Família Berberidaceae

Origem:  China, Japão

Nandina ou bambu-celeste (Nandina domestica) – Descrição

Arbusto de até 2,0 metros de altura quando em estado natural não controlado por podas.

Os ramos são verticais, com folhas compostas pinadas verdes que no outono ficam avermelhadas.

As flores são pequenas e brancas reunidas em inflorescência do tipo racemo.

Os frutinhos são globosos e vermelhos, acrescentando um efeito a mais para a ornamentação.

É indicada para cultivo em regiões de temperaturas mais amenas a frias.

Floresce na primavera.

Modo de Cultivo

Nandina domesticaLocal ensolarado até meia sombra e solo fértil, rico em matéria orgânica.

Pode ser plantado em canteiros ou em vasos.

Para o canteiro, abrir um buraco maior que o torrão.

Colocar no fundo um punhado de areia, soltando a terra do fundo para não ficar compactada e facilitar a percolação das águas de rega e de chuvas.

Colocar adubo animal de curral bem curtido, cerca de 1 kg/cova e composto orgânico, misturando bem.

Colocar o torrão e preencher com composto orgânico. Regar a seguir.

Nos próximos dias regar todos os dias em que não houver chuvas.

Propagação da Nandina

A propagação é feita por separação de touceiras, estaquia de ramos ou por sementes.

Por Sementes

Para semear usar recipientes descartáveis, como fundos de garrafas PET de 2 litros, não se esquecendo de furar o fundo para a saída das águas.

Embalagens descartáveis de leite em embalagem de saquinho ou caixas de leite longa vida também funcionam muito bem.

Para produções comerciais são usados embalagens plásticas especiais.

Colocar substrato composto de adubo animal de curral bem curtido, areia e terra comum de canteiro, bem misturados.

Usar a proporção de 1:1: 3.

Preencher o recipiente e colocar 3 sementes, numa profundidade de 1 cm, cobrindo com areia.

Regar e deixar em cultivo protegido com boa iluminação.

Transplante para canteiro quando a planta tiver pelo menos 0,40 m de altura.

Por Estaquia e por Separação de Touceiras

A estaquia também pode ser feita, utilizando ramos de ponteiro, colocados em areia ou casca de arroz carbonizada, mantendo a umidade e em cultivo protegido.

O uso de enraizadores é aconselhável para produções da planta.

Outro modo de propagação é a separação de touceiras, para diminuir seu tamanho, sendo necessária a retirada da planta da terra para separar as mudas.

O plantio será igual ao já descrito.