Eugenia (eugenia sprengelii)

Escrito por

 

 

Nome Botanico:Eugenia sprengelii DC.

Sin.: Eugenia microphylla H., Eugenia myrtifolia H.

Nomes Populares :eugênia, tuia eugenia

Família :Angiospermae – Myrtaceae

Origem:Brasil

Eugenia (eugenia sprengelii) – Descrição:

Planta arbustiva de porte alto, pode atingir cerca de 4,0 metros.

A forma deste arbusto fica arredondada pelas podas constantes. Suas folhas são lineares e pequenas de um verde intenso.

Quando não podada produz flores pequenas e brancas, seguidas de frutinhos vermelhos apreciados por pássaros.

Pode ser cultivada em todo o país, é resistente a calor e a frio intenso.

Modo de Cultivo :

eugenia-cultivo

Eugenia (eugenia sprengelii)

Local de cultivo ensolarado, mas esta planta tolera também uma certa sombra à tarde.

Cultivar em substrato rico em matéria orgânica, em vasos ou em canteiros.

– Para o canteiro, abrir uma cova maior que o torrão.

Colocar areia no fundo do buraco, acrescentando adubo animal de curral bem curtido e composto orgânico bem misturados.

Colocar o torrão, adicionar nas laterais mais desta mistura.

Regar bem após o plantio.

– Para o vaso, utilizar recipiente grande.

Proteger a parede do vaso com tinta asfáltica e deixar secar. Proteger o fundo do vaso onde está o furo de drenagem com geomanta ou brita de granulometria média.

Colocar areia úmida por cima.

Acrescentar então mistura semelhante ao do plantio em canteiro e plantar a muda.

Regar depois. Deixar à sombra por alguns dias para que a planta se aclimate.

Propagação:

Podemos fazer mudas de eugênia a partir das sementes, sendo então necessário deixar a planta sem podar durante a primavera para que possa produzir flores e os frutinhos.

Limpar os frutos da polpa, deixar secar as sementes na sombra sobre um jornal.

Semear em substrato tipo terra comum de canteiro misturada com areia, mantendo a umidade.

Quando as mudinhas tiverem tamanho suficiente para manusear, transplantar para sacos ou vasos.

Eugenia (eugenia sprengelii) – Paisagismo:

Poderia ser mais usado este arbusto, nativo brasileiro. Mas o fato de que é mantido por podas frequentes pode desanimar o jardineiro amador sem prática.

A planta também é muito bonita sem as podas, cobrindo-se de flores brancas na primavera.
Seus frutinhos são atraentes para os pássaros e faz dela então uma planta interessante para jardins sustentáveis.