Bambu-da-Sorte (Dracaena Sanderiana)

Escrito por

O bambu-da-sorte é uma planta que ganhou a fama de ser portadora de sucesso e de paz para quem a recebe. Ela se adapta bem em interiores com boa claridade natural.

Nome botânico: Dracaena sanderiana Sander & Mast.
Nomes populares: lucky bamboo, dracena-fita, bambu-da-sorte
Angiospermae Família Ruscaceae
Origem: África

Descrição do bambu-da-sorte

bambu da sortePlanta semi-arbustiva de altura até 1,50 m, não ramificada, com folhas ovais lanceoladas de consistência coriácea, verdes, também com margens brancas ou amarelas.

Suas flores são sem expressão ornamental.

Pode ser cultivada em áreas sombreadas ou para interiores, para qualquer região do país.

Sensível a baixas temperaturas.

O apelido de bambu-da-sorte vem do formato trançado com que tem sido cultivado e vendido nos anos mais recentes.
Botanicamente, não tem nada de bambu. Pertence, na realidade à familia das dracenas.

Como Plantar o Bambu da Sorte

Esta dracena suporta condições de luz indireta, mas desenvolve-se melhor com algumas horas de sol.

Sua temperatura ideal de cultivo é entre 15 e 250C.

O solo de cultivo deve ser permeável, com bom teor de matéria orgânica.

Misturar num recipiente composto orgânico com areia na proporção de 3:1.

No solo de canteiro abrir um buraco maior que o torrão, colocar parte da mistura no fundo, acomodar a muda e preencher as laterais. Regar a seguir.

Adubar todos os invernos com uma mistura de composto orgânico e 50 g de adubo granulado tipo NPK 10-10-10, regando depois.

Plantio do Bambu da Sorte em Vasos

Bambu da sorte em vaso com água

Seu cultivo dentro de recipientes com água é muito conhecido. Por sinal, existem várias plantas ornamentais que podem ser cultivadas em água.

Para isto, escolha vasos de vidro, porcelana ou cerâmica vitrificada.

Colocar no fundo pedras de diversos tamanhos, acomodar a estaca com ou sem raízes e preencher com as pedras até à borda.

Deixar um recipiente com água durante uma noite para a evaporação do cloro e usar para colocar no vaso. Não encher até à borda.

As pedras servirão de suporte e também proteção para que não haja proliferação de mosquitos na água parada.

Esta deverá ser trocada a cada duas semanas.

A adubação para manter a muda saudável deverá ser feita a cada três meses.

Em 1 litro de água colocar, 1 colherinha de café de adubo granulado formulação 10-10-10, dissolvendo bem. Usar 1 copo pequeno da mistura na hora de trocar a água do recipiente.

Uma vez por ano, retirar as pedras, lavar em água corrente e recolocar. Isto evita o acúmulo de sais de adubo em níveis tóxico para a muda. Sintomas de folhas com aparência queimada podem ter origem no acúmulo de sais ou pela água clorada.

Quando a muda crescer além do desejado poderá ser levada para canteiro e plantada como foi indicado.

Mudas de canteiro poderão ter ramos cortados e colocados em vaso, assim sempre terá mudas para decorar a casa ou presentear amigos.

Paisagismo e Uso Decorativo

bambu-da-sorte

Em paisagismo esta dracena tem sido oferecida de várias formas, como em estacas sem folhas dentro de recipientes com pedras e trançada de diversas formas e usadas para decoração de interiores.

Para realizar este trabalho é necessária muita paciência. Usar ramos ainda jovens, mais flexíveis e que permitem o entrelaçamento. Prender em recipiente com pedras e ir curvando os ramos, prendendo com fita plástica, dando o formato de trança ou treliça.

Usar um ou mais tutores de bambu ou arame para manter a muda estável.

Curiosidade: o bambu-da-sorte é considerada planta auspiciosa na filosofia oriental e usado para presentear parentes e amigos, pois representa a paz, a saúde e sucesso na carreira e empreendimentos.