Quando Usar Protetor ou Bloqueador Solar

Escrito por

 

O Brasil tem vasto território e a maior parte dele recebe radiação solar em ângulo próximo a 90 graus em relação ao horizonte (sol a pino) durante o verão.

Tal fato coloca o país entre os de maior insolação no mundo.

Durante o verão, a população busca atividades ao ar livre com maior frequência, transformando parques, clubes e praias em locais de grande concentração de pessoas.

Principais Motivos para Usar o Protetor ou Bloqueador Solar

Nesse contexto, torna-se muito importante a proteção contra os raios solares.

Os efeitos da radiação ultravioleta sobre a pele são

  • Queimadura (eritema): comum em pessoas de pele mais clara, e principal motivo pelo qual os indivíduos buscam proteger-se do sol;
  • Câncer de pele: corresponde a 25% de todos os tipos de câncer do corpo humano;
  • Envelhecimento da pele.

Para evitar os efeitos deletérios da luz solar, entram em cena os protetores ou filtros solares, palavras sinônimas.

Tais produtos são amplamente consumidos, no Brasil, e absorvem os raios ultravioleta.

Segundo a Associação Brasileira de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec), o país responde por 23% do mercado mundial.

Protetor Solar: Qual Graduação de FPS Escolher?

filtro solarApesar do enorme mercado consumidor, nem todos os usuários utilizam o produto de maneira adequada.

Atenção à quantidade de protetor solar aplicada, às partes do corpo nas quais se aplica e à escolha do fator de proteção solar (FPS).

Estes são os principais aspectos envolvidos no uso da substância.

Se a pessoa vai à praia ou à piscina, o fator de proteção deve ser pelo menos 30, principalmente se a pele for clara. Para peles escuras, fator 15 é suficiente.

O FPS é o principal índice de eficácia do protetor solar. Ele mostra a capacidade para evitar as queimaduras.

O número 30, citado, há pouco, significa que o produto protege 30 vezes mais que o tempo durante o qual o indivíduo se bronzearia.

Para ser mais claro: se a pessoa fica com a pele vermelha após 20 minutos de exposição ao sol, sem protetor, com o produto, ela ficaria protegida por 10 horas (600 minutos).

Recomenda-se o uso de filtro solar em todas as partes do corpo expostas. No cotidiano, deve-se aplicar protetor no rosto e nos braços inclusive.

Em dias de lazer, duas camadas do produto devem ser passadas no corpo ou uma colher de chá para o rosto e para o pescoço, duas colheres de chá para o peito e para as costas, uma colher de chá para cada braço e duas para cada perna.

Se a pessoa tem pele seca ou mista, deve usar produtos em creme ou loção. Se tem pele oleosa, produtos em gel ou “oil-free”, para evitar o aparecimento de espinhas e o “brilho” característico desse tipo de pele.

O usuário deve aplicar o protetor 15 a 30 minutos antes da exposição aos raios solares e repetir a aplicação a cada duas horas.

Peles Muito Claras ou Sensíveis: Escolha o Bloqueador Solar

filtro solarExistem ainda os bloqueadores solares, que refletem a radiação ultravioleta e apresentam óxido de zinco ou dióxido de titânio em sua composição.

Eles também tem fator de proteção (FPS).

Geralmente são usados por pessoas de pele muito clara e sensível, em áreas do corpo submetidas a cirurgias ou após realização de “peeling”.

Só Filtro Solar Não Basta para se Proteger do Sol

Além do uso de filtro solar, outras medidas merecem destaque na estação mais quente do ano:

Roupas e Acessórios

Vale a pena usar chapéu e roupas escuras, pois elas retêm cerca de 90% da radiação ultravioleta e conferem, portanto, maior proteção.

Os chapéus são recomendados principalmente para os indivíduos calvos. O acessório deve ter aba circular e larga e ser feito com tecido mais espesso.

Deve-se evitar o banho de sol entre as 10 horas da manhã e as 4 da tarde; a faixa do meio-dia é a pior.

A radiação solar é capaz de causar danos graves aos olhos, como a catarata. Dessa forma, não se deve esquecer dos óculos de sol quando a praia ou a piscina fizerem parte da recreação.

As sombras naturais (copas das árvores) e artificiais (guarda-sol e barraca) são formas simples e eficientes de proteção contra a luz do sol. As coberturas maiores, com tecido mais escuro e espesso são as melhores.

Alimentação

filtro solarNo verão, eleve o consumo de alimentos saudáveis. Carnes magras e grelhadas, como frango e peixe, devem ter preferência frente à carne vermelha.

Frutas, legumes e verduras com grande quantidade de água e fibras também devem fazer parte do cardápio, pois contribuem para a hidratação corporal, sobretudo de crianças e idosos.

A água é fundamental para a pele.