Caixas de Som: Escolha o Modelo Ideal

Escrito por

Caixas de som de boa qualidade são decisivas se você quer aproveitar ao máximo suas músicas preferidas. Portanto, fique de olho em algumas características na hora de comprá-las. Confira nossas dicas.

Seja para aparelhos de som tradicionais, seja com bluetooth, para tocar rádios e aplicativos online, as caixas de som são essenciais na hora de escutar música.

Saiba a seguir como encontrar aquela que melhor responde às suas necessidades.

Caixa de Som: Fatores Decisivos na Escolha

Existem alguns fatores básicos que vão ajudar você a chegar ao modelo perfeito para você. Um deles é, simplesmente, seu estilo musical preferido.

auto-falanteSe você gosta de rock, por exemplo, o ideal é encontrar um modelo com boa extensão de graves e alta dinâmica. Por outro lado, esse tipo de caixa de som não será plenamente satisfatório para música clássica. Portanto, é importante saber o que você vai tocar mais.

Leve consigo um CD ou, no caso de caixas bluetooth, seu tablet ou celular, e coloque uma faixa do seu estilo predileto para tocar na loja.

Outro fator é o espaço físico que a sua caixa de som deverá atender. Se você mora num local pequeno, provavelmente vai incomodar os vizinhos se optar por uma caixa de som muito potente – a menos que você disponha de isolamento acústico.
Em média, um som com potência de 75w a 300w RMS é ideal para uma sala média.

Caixa Acústica: Graves, Médios e Agudos

Mas como descobrir se a caixa de som é forte em graves, médios ou agudos? É simples: basta você conhecer a potência das caixas de som para cada uma dessas frequências. A informação deve estar discriminada no manual do consumidor e na embalagem do produto.

Tweeter é o auto-falante dos agudos; mid, dos médios e o woofer reproduz os graves. Essas frequências podem possuir caixas de som exclusivas em sistemas de som sofisticados. Mas sistemas mais simples as reúnem na chamada caixa acústica.

A caixa acústica pode ser feita de madeira ou de plástico e reproduz o som de modo que agudos, médios e graves não interfiram um no outro.

Cada vez mais as caixas acústicas estão passando por remodelamentos para que o som seja emitido com o máximo de fidelidade possível, e o mínimo de distorções.

Tipos de Sistema de Som da Caixa Acústica

Uma característica fundamental da reprodução acústica de músicas é como ela é emitida da caixa de som ou dos fones de ouvido.

Um sistema mono, por exemplo, reproduz de uma só vez no auto-falante, mesmo que você disponha de dois deles. O som fica mais monolítico, sem tantas camadas perceptíveis.
Já um sistema estéreo reproduz alguns sons da música em uma caixa e outros na outra, o que proporciona uma experiência auditiva mais agradável.

Caixas de som para home theater separam as frequências sonoras e podem ser posicionadas para uma experiência surround.

Sistemas de som surround, que incluem o famoso dolby stereo, contam com três ou mais caixas de som, e distribuem os sons e frequências separadamente.
Os auto-falantes devem ser posicionados em diferentes pontos do ambiente.

Tamanho Não É Documento

Quando o assunto é caixa de som, em geral menos é mais; e quanto menor, melhor.

Duas caixas pequenas de duas vias, com um woofer de 6″ e um tweeter, possivelmente são bem melhores do que quatro torres na mesma faixa de preço.

Em termos mais técnicos, dois drivers de boa qualidade são superiores a quatro medianos.

Um fator que contribui para isso é que, quanto maior o gabinete da caixa de som, mais caro e difícil combater as vibrações que distorcem o som.

Caixas de som maiores em geral reúnem graves, médios e agudos e, para não misturar essas frequências, precisa de um sistema de crossover mais extenso. Portanto, tendem a ser maiores e, embora corrija alguns aspectos, a qualidade da música pode cair.

Caixas de Som com Bluetooth

caixa de som wifiTodas essas dicas se aplicam às caixas de som capazes de reproduzir músicas veiculadas por apps em tablets e smartphones. Todavia, essas caixas, que em geral são acústicas, devem responder a possíveis outros requisitos, dependendo dos seus hábitos.

Por exemplo: se você ainda armazena arquivos de música em pen-drives, a caixa Bluetooth precisa ter uma porta USB.

Outro critério relevante é ela vai ficar sempre no mesmo lugar ou se você pretende levá-la para outros cantos. No primeiro caso, ela pode possuir fio de alimentação para energia elétrica. Já existem modelos que são diretamente plugados na tomada.

No segundo caso, a bateria será necessária. Às vezes funcionam à base de pilhas, às vezes de bateria própria recarregável. O ideal é que a bateria tenha autonomia de 5 horas ou mais.

Algumas dessas caixas de som já possuem microfones acoplados, de modo que seja possível realizar conversas telefônicas por meio delas. Outras são pequenas e acopláveis a partes do carro, para escutar música enquanto dirige.
Isso é ótimo para quem não deseja instalar um som no automóvel, evitando arrombamentos.

Outras caixas se prendem a bolsas e mochilas e são à prova d´água – ótimas para levar para a praia e fazer trilhas.