Intercâmbio: Como Chegar Lá

Escrito por

 

Cada vez mais comuns, os intercâmbios são ótimas opções para jovens e profissionais que desejam aprimorar um idioma estrangeiro ou aperfeiçoar habilidades em alguma área de atuação específica.

Segundo a Belta (Associação das Agências de Intercâmbio), o número de brasileiros que viajaram para outros países para estudar outro idioma aumentou 600% em 10 anos.

Por mais que a maioria das pessoas que tomam a decisão de ir para outro país já tem um objetivo em mente, ainda existem várias dúvidas, como, por exemplo, a forma de inscrição, a idade ideal e, até mesmo, se vale à pena o investimento.

Tipos de Intercâmbio

Atualmente existe mais de uma opção para quem deseja ter esta experiência internacional no currículo, variando de acordo com a intenção da pessoa (profissional ou linguístico), idade e disponibilidade de tempo e dinheiro.

Entre as opções, as que mais se destacam são Aupair,  Work Experience e estágio internacional.

Aupair

viagem intercambio passaporteAs pessoas que se inscrevem para ser aupair irão exercer a função de uma espécie de babá das crianças da família em troca da acolhida no país.

Dentre as tarefas que irá realizar, inclui levar e buscar as crianças no colégio, auxiliar nos afazeres de casa e brincar com elas nos tempos livres.

Para ingressar num programa de aupair a pessoa precisa ter entre 18 e 26 anos, ensino médio completo e ter experiência com crianças de, no mínimo, 300 horas.

Em alguns casos é necessário que a pessoa possua carteira de habilitação com permissão internacional e tenha noções da língua falada no país ou já tenha feito algum curso de inglês em uma escola de idiomas.

A preferência deste programa é para o público feminino, mas não exclui a chance de homens serem contratados.

Para se inscrever nesta opção de intercâmbio, procure agências focadas nos programas de aupair, com um investimento de aproximadamente 250 dólares, válidos para um ano letivo.

Neste tempo, a pessoa receberá uma ajuda de custo em torno de 195 dólares da família e realizar um curso.

Work Experience

Para as pessoas que não se enquadram nas exigências do programa de aupair ou não têm a intenção de passar tanto tempo no exterior, uma ótima opção é a work experience, ou experiência de trabalho.

englishNeste programa a pessoa irá passar três ou quatro meses no país estrangeiro, dependendo do local contratante, trabalhando em lanchonetes, parques, hotéis e estações de esqui.

Caso o estudante demonstre um domínio maior do idioma, outras oportunidades podem surgir, como recepcionistas, garçons, entre outros, que garantem maior remuneração.

O salário costuma ser contabilizado em horas, variando de 8 a 12 dólares/hora, resultando em valores entre 900 a 1500 dólares/mês.

É importante destacar que, para este programa a pessoa terá cerca de 30% do valor comprometido com estadia já que, diferentemente do programa de aupair, a empresa que a contratou não se responsabiliza pela acomodação.

Para se inscrever como work experience a pessoa precisa estar matriculada no ensino superior há, pelo menos, um semestre e ter inglês intermediário.

As vagas de trabalho para este tipo de intercâmbio costumam abrir entre novembro e março, nas agências de intercâmbio.