Oportunidades para Estudar ou Trabalhar no Exterior

Escrito por

 

Ciência sem Fronteira e cursos particulares de idiomas são opções comuns para quem deseja passar um período fora do Brasil.

Muitos brasileiros sonham em morar em outro país para conhecer uma cultura diferente, aperfeiçoar um idioma e valorizar o currículo.

Isso explica por que o governo federal está incentivando o intercâmbio internacional, por meio do programa Ciência Sem Fronteiras.

O interesse é grande – por parte de governantes, estudantes e empresas que incentivam a adesão ao programa (como essa aqui).

Alguns destinos, como a Austrália e o Japão, até oferecem concursos específicos para que os estrangeiros possam conseguir a tão sonhada oportunidade de trabalho.

Se você vai fazer um intercâmbio ou quer tentar uma chance em solo estrangeiro, confira o que precisa para trabalhar legalmente por lá.

Intercâmbio: Curso de Idioma

viagem malaNos principais destinos de intercâmbio, basta estar matriculado em um curso de idioma para ter direito a trabalhar nas horas vagas.

Na Austrália, o tempo mínimo de curso exigido para ter um emprego é de 14 semanas com 20 horas semanais, sendo que o governo australiano permite que o estudante trabalhe 40 horas quinzenais.

Já na Suécia, se o visitante estiver matriculado em uma universidade, não é necessário ter autorização para trabalhar.

Na Irlanda, a permissão para trabalho é concedida a quem faz curso de pelo menos 25 semanas, para trabalhar 20 horas semanais durante o período letivo e 40 horas semanais nas férias.

Vagas no Brasil para Trabalhar no Exterior

Quem consegue encontrar uma oportunidade de emprego no Brasil para trabalhar fora tem mais chances de obter o visto rapidamente, além de evitar a burocracia estrangeira.

Vários sites brasileiros possuem parceria com empresas sérias de outros países – o que pode te ajudar antes de embarcar.

As agências de intercâmbio também podem disponibilizar contato com empresas estrangeiras e fazer o intermédio entre o turista e o contratante, facilitando assim a sua busca.

Programas Especiais de Empresas Estrangeiras

passaporteEventualmente, governos e empresas estrangeiras fazem chamadas públicas para encontrar profissionais de vários países.

A Irlanda, por exemplo, abriu várias vagas no último ano para quem é fluente em português, pois precisa de tradutores no idioma.

O país tem atraído a atenção de importantes multinacionais, como a IBM e o Facebook – portanto é uma excelente oportunidade para quem quer colocar companhias de renome no currículo.

Trabalhando no Exterior: Au Pair

Au pair é o programa de intercâmbio para cuidar de crianças em casas de famílias americanas.

Destinado a mulheres, o au pair exige que as candidatas às vagas tenham ensino médio completo, desenvoltura no idioma, experiência comprovada com crianças (o que pode ser em trabalho voluntário), sejam solteiras e não tenham filhos.

Geralmente, as famílias pagam um curso de idioma para que a funcionária estude nas horas vagas.

Trabalhando em Cruzeiros

As regras para trabalhar em um cruzeiro variam, mas normalmente, as empresas contratam homens e mulheres com mais de 21 anos, com inglês avançado e experiência na atividade que será desempenhada.

Entre as funções disponíveis estão garçom, salva-vidas, cozinheiro, vendedor, músico e até engenheiro.

Vistos para Estudar ou Trabalhar Fora do Brasil

visto passaporteHá vários tipos de vistos que permitem que o estudante possa trabalhar, dependendo do país de destino.

Depois de escolher para onde vai, é necessário entrar em contato com o consulado para verificar as exigências até conseguir o documento.

Quem vai morar por pouco tempo no exterior precisará de um visto de trabalho temporário, mas quem possui diploma de nível superior e não tem data de retorno poderá tentar um visto de trabalho temporário qualificado até se estabilizar no país e adquirir o direito de pedir um documento equivalente a imigrante residente.