Prevenindo Problemas de Coluna na Infância

Escrito por

 

Foi-se o tempo em que problemas de coluna eram exclusividade de adultos e idosos: há cada vez mais casos de crianças com dores nas costas.

Os pequenos não só passam muito mais tempo na frente da tevê, do computador e de tablets como quase sempre sentados de qualquer jeito, com a postura desalinhada.

Além disso, como estão em fase escolar, existe o agravante da mochila pesada, que prejudica a coluna e os pés – sem contar com as horas sentados em carteiras pouco ergonômicas.

Problemas ortopédicos – ou seja, de coluna e pés – são degenerativos, o que significa que a doença é progressiva e vai se agravando ao longo da vida. Portanto, a tendência de uma criança com dores nas costas é se tornar um adulto com a mesma dificuldade de saúde.

Escola: Evitando Problemas de Coluna na Infância

Aqui o primeiro passo é orientar a criança a sentar-se o mais alinhadamente possível durante as aulas.

A coluna deve ficar o mais reta possível e os pés sempre inteiros apoiados no chão.

Essas orientações devem ser dadas pelos pais em casa, pelos professores em sala e pelos professores de educação física da instituição, que também devem praticar, junto aos pequenos, exercícios de alongamento para aliviar eventuais dores e tensões.

Se seu filho vai à escola caminhando, o ideal é adotar uma mochila de rodinhas. A alça de puxar deve estar num comprimento que permita a criança a arrastar a mochila confortavelmente, sem flexionar o corpo para trás.

mochilaCrianças que vão à escola de carro ou ônibus podem usar mochila nas costas.

No entanto é indicado que ela a retire da hora de entrar e sair do veículo e dê para um adulto, de modo a não sobrecarregar as costas.

A mochila que vai nas costas precisa estar acomodada acima da linha da cintura do pequeno – de preferência com um cinto abdominal bem ajustado.

O peso total da mochila – ou seja, do próprio objeto mais o material – deve ser de no máximo 10% do peso do pequeno.

Ela deve ser feita de tecidos leves, com duas alças bem acolchoadas para distribuir igualmente o peso nos ombros sem causar fissuras à pele.

Calçados Corretos para Evitar Problemas Ortopédicos

O calçado da criança é chave para prevenir dores nas costas, quadris, pernas, joelhos e pés.

tenis infantil criançaSe os pés estão bem presos ao calçado, por exemplo, a pisada será mais firme. Além disso, o peso corporal tende a ser melhor distribuído, evitando danos ao arco do pé e melhorando a absorção de impactos.

O interior do calçado deve ser bem acolchoado, pois são mais confortável e não deixam os pés deslizarem no interior.

Dentro dessas diretrizes, tênis aparecem como o calçado ideal. Mas não pode ser qualquer par.

Modelos para skate, basquete ou os chamados “street” são macios demais.

Prefira os de corrida, principalmente se a criança é mais fisicamente ativa em esportes ou playgrounds. No entanto, fique atento: a capacidade de absorção de choques se perde em cerca de seis meses, e o par deverá ser substituído por um novo.

Dor de Coluna na Infância: Cuidado com a Obesidade Infantil

A obesidade é um fator que acarreta diversas complicações – entre elas, ortopédicas.

menina sorveteO excesso de peso sobrecarrega a coluna, as articulações e os pés do pequeno, podendo prejudicar seu crescimento saudável e imprimindo problemas que podem incomodá-lo pelo resto da vida.

Atualmente um terço das crianças que tem entre 6 e 9 anos possui sobrepeso ou já chegou à obesidade. Estima-se que 80% delas desenvolverá problemas na coluna.

Para prevenir a obesidade infantil, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que pessoas entre 5 e 17 anos façam uma hora de exercícios por dia.

Exercícios com essa regularidade não só combatem o excesso de peso como fortalecem músculos e ossos, além de melhorar a capacidade respiratória.

Outras Dicas para Prevenir Problemas Vertebrais em Crianças

  • Oriente seu filho a não dormir de bruços ou sobre um dos braços esticados sob a cabeça;
  • Meninas devem ser desencorajadas a usar saltinhos, por menores que sejam;
  • Sapatos com sola lisa, como de couro, são duros ao caminhar e levam a escorregões;
  • Não deixe a criança sentar-se no chão com as pernas dobradas para trás. O ideal é que se sente com as pernas cruzadas – se possível com uma almofada fina levantando a base da coluna, acomodando apenas o último terço das nádegas.