Obesidade o mal do século

Escrito por

Nos últimos anos a obesidade tem aumentando significativamente, e com isso o risco de doenças crônicas não transmissíveis, tais como:

Diabetes, hipertensão, doenças hepáticas, doenças cardíacas, distúrbios menstruais, etc.

 Nosso corpo foi projetado para acumular gordura:

Para o nosso desespero, o nosso corpo foi projetado para ganhar peso e mante-lo a todo custo.
Por conta de nossos ancestrais que viviam nas cavernas, herdamos essa lei da sobrevivência.
Claro que não é nada estimulador, principalmente para as mulheres, mas temos que encarar isso como um fato cientifico.

Poderosas forças genéticas comandam esse comportamento de sobrevivência.
Por conta da escassez de alimentos vividos na época, e durante milhares de gerações, nosso corpo foi condicionado para acumular gordura de forma a melhor poder resistir aos períodos de privação alimentar.

Como nosso organismo acumula as gorduras

Vamos entender então como funciona esta distribuição de gorduras:

Na verdade Peso x Gordura nada mais é do que uma formula matemática:

Regra dos 500

450g de gordura = 3500 calorias

Se um indivíduo ingere 500 calorias a mais do que necessita por dia, ganhara 450g de gordura na semana, faça o calculo.

500cal/dia x 7 dias=3500 cal.

Mantendo a forma se alimentando a cada 3 horas

Em cima disso temos outro dado importante…

Alimentar-se a cada 3 horas, acelera o nosso metabolismo, por que se deixarmos passar mais de três horas, o organismo ativa um mecanismo de proteção contra um estado de fraqueza total.
Após este prazo, o organismo acredita precisar de alimentos.
A partir deste ponto, o corpo passa a trabalhar para preservar o tecido gorduroso de forma a assegurar sua sobrevivência (aqueles ancestrais).
Começamos então a armazenar gordura.
O tecido muscular que queima gordura começa a ser trocado de músculo para gordura.

 Não devemos confundir massa muscular com gordura

 Uma das maiores dificuldades que tenho no consultório é explicar para as pessoas que algumas dietas e medicamentos que elas consomem não estão as levando a emagrecer e sim levando a uma perda de massa muscular.

A massa muscular é mais pesada do que a gordura, então quando elas param com o remédio ou com a tal “DIETA de FOME” o peso volta em dobro.

Isto porque o cérebro quer repor o tempo perdido e a falta de nutrientes.

Muitas vezes o individuo estará pesado na balança, porém visivelmente magro, por que na verdade ele eliminou gordura, que causa aquela forma disforme na pessoa e ganhou músculos que são mais pesados e delineia o corpo (forma bonita).

Sempre dou um exemplo clássico que é o da Sheila Carvalho, no auge da carreira quando entrou para ser a bailarina do grupo “É o TCHAN”.
Ela aumentou 9 quilos de peso, eu pergunto: Alguém via ali alguma gordura? Claro que não, era músculo.