Como Lidar com a Insônia Infantil

Escrito por

Insônia não é somente coisa de adulto: crianças também pode sofrer com ela.

E não estamos falando da dificuldade para iniciar a noite de sono, muito típica entre bebês, mas do despertar no meio da noite, com dificuldade para voltar a dormir, ou acordar muito antes da hora.

Isso pode afetar, e muito, a qualidade de vida da criança, que durante o dia poderá se tornar sonolenta, irritadiça, sem energia, com problemas de memória e com grande dificuldade de concentração.

Conheça a seguir as causas e as dicas para resolver o problema da insônia entre crianças.

Quantidade Ideal de Sono da Criança

Segundo os pediatras, cada faixa etária precisa de um número específico de horas de sono:

  • Recém-nascidos: 16 horas diárias
  • Lactente: 14 horas
  • 2 a 4 anos: 13 horas
  • 5 a 7 anos: 12 horas
  • 7 a 12 anos: 10 horas

Esse número pode variar em duas horas entre as crianças, mas se o seu filho dorme bem menos que isso, atenção. O mesmo cuidado se aplica àqueles que acordam mais de três vezes por noite.

Ao mesmo tempo, se o pequeno dorme menos ou acorda no meio da noite uma vez por semana, não há com que se preocupar.

Causas da Insônia Infantil

menino com sonoE por que as crianças perdem o sono?

Um dos fatores mais facilmente identificáveis são alguns remédios cujos efeitos colaterais incluem a insônia: broncodilatadores e corticoides são dois dos maiores causadores, seguidos por antidepressivos e antiepiléticos.

Alimentos ricos em cafeína, incluindo não apenas chás e café mas também refrigerantes, são outros vilões da boa noite de sono do pequeno.

Crianças também vão dormir mal se estiverem resfriadas, sofrendo de asma, com dificuldade para respirar, alergia, cólicas, azia ou outros problemas físicos que causem desconforto.

Mas muitas vezes as razões são mais complexas: é o caso dos estados depressivos, estresse, ataques de ansiedade, angústias e transtornos como hiperatividade.

Sim, crianças podem ser muito preocupadas, e tendem a achar são culpadas pelos problemas no casamento dos pais, por exemplo. Morte de uma pessoa próxima, mudança de casa, problemas com coleguinhas na escola e até questões financeiras da família poderá estar afetando o bem-estar psicológico do pequeno.

Condições do próprio quarto da criança poderão afetar sua boa noite de sono: iluminação excessiva (ou, em contrapartida, quarto escuro demais), barulhos vindos da rua, calor ou frio em demasia, cama ou travesseiro desconfortáveis podem ser fatores a analisar.

Resolvendo a Insônia Infantil

menina dormindo

A consulta ao pediatra é fundamental, mesmo que você já tenha identificado as causas da insônia da criança.

Às vezes um problema físico pode esconder uma causa psicológica, e o médico poderá chegar a essa conclusão.

Ele poderá encaminhar a criança para especialistas como um psicólogo, um psiquiatra ou mesmo um neurologista.

De toda forma, recomenda-se que a hora que antecede o momento de ir para a cama seja mais calmo, sem programas de tevê, jogos eletrônicos, brincadeiras agitadas ou música alta. Coloque-o para dormir sempre no mesmo horário.

Assegure-se de que o quarto é silencioso e confortável, com uma temperatura adequada. O restante da casa também deve começar a desacelerar.

Ensine a criança a respirar melhor. Leia uma história mais reflexiva do que de ação. Cante para ela.

Se a criança despertar no meio da noite, é melhor fazer com ela alguma atividade bem calma por 20 minutos do que insistir que ela permaneça na cama e volte a dormir. Se não funcionar, repita o ciclo.