A Arte Marcial Ideal para a Criança

Original: https://www.fazfacil.com.br/saude/escolha-qual-arte-marcial-praticar/ Escrito por

Existem várias categorias de artes marciais. Para escolher a melhor para seu filho, mostraremos o que deverá levar em conta.

A prática de artes marciais vai muito além do incremento da parte física e do aprendizado de um tipo de defesa pessoal.

Seus principais benefícios incluem maior autocontrole, disciplina e o desenvolvimento de um novo comportamento social e psicológico, diminuindo, inclusive, atitudes violentas e rudes.

Artes marciais podem ser praticadas por crianças, adolescentes, homens, mulheres e idosos.

Saiba a seguir o que levar em conta na hora de escolher a técnica certa para o seu filho.

Como Escolher uma Arte Marcial para a Criança ou Adolescente

crianças artes marciaisNem toda criança ou adolescente é igual ao outro. Ou seja, não existe uma arte marcial ideal para todos.

Por isso, antes de matricular seu filho no judô, capoeira, kung fu, karatê, jiu jitsu, taekwondo, aikido, muay-thai ou krav-maga, entenda os fatores que vão aumentar as chances de identificação da criança com a prática da arte marcial escolhida.

Em primeiro lugar, defina o objetivo primário da prática. A arte marcial será praticada para manter-se fisicamente saudável e em forma? Ou a habilidade marcial é mais importante?

A herança cultural e a tradição da arte marcial são o que mais atrai a criança e a família? Ou é pela competição e conquista de troféus?

Esses detalhes vão influenciar principalmente em qual escola o seu filho deverá entrar: algumas colocam a competição e a técnica em evidência, enquanto outras estão mais focadas nas habilidades marciais, aos valores e às tradições da luta.

Se o interesse do pequeno ou do adolescente é cultural, busque uma academia dirigida com um instrutor nativo da cultura em questão, ou que tenha aprendido diretamente com uma pessoa nascida nessa cultura.

Considere, também, o orçamento disponível: além das mensalidades da academia, alguns estilos de artes marciais exigem a compra de acessórios de treinamento – sem contar com os uniformes e quimonos, que podem ser caros.

Características de Diferentes Artes Marciais

aula artes marciais criançasUma boa orientação inicial é discriminar o grau de força utilizado em algumas artes marciais.

É considerado um estilo duro, ou seja, com golpes enérgicos, o muay-thai. Taekwondo e hapkido (Coreia) são semi-duros e o aikido e o kung-fu, suaves.

O kung-fu foca no equilíbrio físico e na paciência e exige bastante energia física. O aikido, o mais pacífico, sequer promove competições, e sim demonstrações da técnica.

O famoso jiu jitsu, considerada arte marcial Japão-Brasil, prima pela defesa pessoal, com técnicas de alavanca (assim como ocorre no aikido) e se passa basicamente no solo. É excelente para quem não dispõe de muita força física.

O judô, que inclusive é um esporte olímpico e de grande popularidade no Brasil, busca o equilíbrio interior e seu alinhamento com o mundo exterior, integrando essas duas esferas.

Se a criança ou o adolescente possuem limitações físicas, é importante ponderar. Karatê e taekwondo envolvem golpes diretos, sendo mais agressivos – portanto o praticante deve estar em plena forma.

O krav maga, de Israel, e outras artes maciais ocidentais como a ARMA ou AES (artes marciais medievais e renascentintas, europeias), estão muito concentradas com o aspecto combativo, já que as aulas são ministradas por policiais ou soldados.

Atenção à Academia de Artes Marciais

artes marciais criança professorAntes de matricular seu filho, acompanhe-o numa aula experimental na academia pretendida.

Observe por si mesmo como os praticantes recebem novos alunos e como se relacionam com seus instrutores: eles são o melhor reflexo do trabalho desenvolvido ali.

Confira as qualificações do instrutor – e isso não se limita a certificados. É importante perguntar sobre com quem ele aprendeu a arte marcial, há quanto tempo pratica e por que pratica.