Sifilis…

Escrito por

A sífilis é uma doença sexualmente transmissível causada pela bactéria Treponema pallidum.

A bactéria Treponema pallidum penetra no corpo através das membranas mucosas (p.ex., da vagina ou da boca) ou através da pele.
Em algumas horas, a bactéria atinge os linfonodos vizinhos e, a seguir, ele dissemina-se por todo o organismo através do sangue.

A sífilis também pode infectar o feto durante a gravidez, causando defeitos congênitos e outros problemas.

O número de indivíduos com sífilis atingiu um máximo durante a Segunda Guerra Mundial e, em seguida, caiu drasticamente até a década de 1960, quando as taxas voltaram a subir.
Durante este período, um grande número de casos de sífilis ocorreu em homossexuais.
O número de casos permaneceu relativamente estável até aproximadamente a metade da década de 1980, quando, devido à epidemia da AIDS e da conseqüente prática do sexo seguro, a incidência de sífilis entre os homossexuais diminuiu.

Por conseqüência, o número total de indivíduos com sifilis diminuiu.
No entanto, esta redução foi acompanhada por uma rápida elevação de casos novos de sífilis entre os usuários de crack (um derivado da cocaína), basicamente em mulheres e seus filhos recém- nascidos.

Recentemente, os programas direcionados ao controle da sífilis reduziram novamente a sua incidência na maioria das regiões dos Estados Unidos.

Um indivíduo que foi curado da sifilis não se torna imune e pode ser reinfectado.

Os sintomas da sifilis

Os sintomas da sífilis comumente iniciam 1 a 13 semanas após a infecção; a média é de 3 a 4 semanas.

A infecção causada peloTreponema pallidum evolui através de vários estágios: primário, secundário, latente e terciário.

A infecção pode persistir por muitos anos e é incomum que ela cause lesão cardíaca, lesão cerebral ou morte.