Cancróide…

Escrito por

 Doenças Sexualmente Transmissíveis!

O cancróide é uma doença sexualmente transmissível causada pela bactéria Hemophilus ducreyi que produz úlceras genitais persistentes e dolorosas.

Uma doença que raramente ocorria na América do Norte, o número de casos de cancróide aumentou recentemente.

Um indivíduo que apresenta uma úlcera cancróide tem uma maior chance de ser infectado pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV) quando exposto a ele.

Sintomas e Diagnóstico

Os sintomas iniciam 3 a 7 dias após a infecção. Pequenas vesículas dolorosas localizadas nos genitais e em torno do ânus rompem rapidamente e formam úlceras rasas.

Estas podem crescer e fundir-se. Os linfonodos da região inguinal tornam-se dolorosos, aumentam de volume e fundem-se, formando um abcesso (coleção purulenta).

A pele sobre o abcesso pode tornar-se hiperemiada e brilhante e pode romper, de modo que o pus é extravasado sobre a pele.

O diagnóstico do cancróide é baseado no seu aspecto e nos resultados dos exames de outras causas de úlceras

. A coleta de uma amostra do pus de uma úlcera e o crescimento das bactérias em laboratório, o qual é tecnicamente difícil, podem ajudar o médico a estabelecer o diagnóstico.

 Tratamento

Um antibiótico (ceftriaxona ou eritromicina) é injetado a cada 6 horas durante pelo menos 7 dias.

O pus de um linfonodo aumentado de volume pode ser removido com o auxílio de uma seringa.

O indivíduo com cancróide é controlado pelo médico pelo menos duante 3 meses, para se assegurar de que a infecção foi curada.

Quando possível, todos os parceiros sexuais são rastreados, para que possam ser examinados e tratados se necessário.

fonte:Manual Merck