Dengue: Quais Medicamentos Evitar?

Escrito por

 

A dengue é uma doença grave que pode evoluir rapidamente, caso não seja tratada devidamente sobre orientações médicas.
Ainda assim é sempre bom saber quais medicamentos evitar.

Relembre: O Que É a Dengue?

O vírus da dengue é transmitido por meio da picada de um mosquito fêmea, chamado Aedes Aegypti. Ele se prolifera através de água limpa parada acumulada, em especial em áreas tropicais e subtropicais, como é o caso da maior parte do território nacional.

O mosquito da dengue tem a característica de só picar durante o dia.

Hoje existem quatro tipos diferentes do vírus da dengue.

Principais Sintomas de Dengue

aedes aegyptiEm muitos casos pessoas infectadas pelo vírus da dengue não manifestam sintomas e podem até mesmo combater o vírus sem ao menos saber que ele está presente em seu organismo.

Os principais sintomas associados à dengue são:

  • Dengue clássica (similar à gripe): início súbito de febre alta (39° a 40°); dor de cabeça; dor atrás dos olhos, com piora ao movimentá-los; perda do paladar e apetite; enjôos; náuseas; vômitos; tonturas; forte sensação de cansaço; manchas e erupções na pele parecidas com o aspecto do sarampo – especialmente no tórax e membros superiores; sensação de moleza e dor no corpo; dores nas articulações e nos ossos.
  • Dengue hemorrágica (mais grave): no começo os sintomas da dengue hemorrágica são semelhantes aos da dengue comum. No entanto, se diferenciam, principalmente após o terceiro dia, quando a febre cessa e surgem os sintomas de hemorragia.

Tratamento

Ainda não existe tratamento para o vírus da dengue. A ingestão de líquidos é fundamental para evitar possíveis desidratações. Pode ser receitado pelo médico o uso de medicamentos específicos para atenuar a febre e determinados analgésicos podem ser indicados, também pelo médico, para aliviar os sintomas.

Importante: pacientes com dengue já diagnosticada, ou com suspeita da doença, devem imediatamente recorrer a assistência médica. A automedicação é expressamente proibida.

Medicamentos a Evitar em Casos de Suspeita ou Diagnóstico da Dengue

Qualquer medicamento à base de ácido acetil salicílico ou que contém esta substância associada são absolutamente contra indicados em casos de suspeita de dengue.

Isso acontece porque o ácido acetil salicílico dificulta a coagulação do sangue, agravando quadros da dengue hemorrágica.

Medicamentos à base de salicilamida associada também devem ser evitados, assim como anti-inflamatórios, anti-inflamatórios não hormonais e corticóides. Todos eles podem provocar hemorragia num quadro de dengue.

Listamos uma tabela com os principais medicamentos para não tomar pois podem oferecer riscos à saúde e agravar a doença:

AAS AAS Protect Acecílico Antifebrin
Acectil Aceticil Acetildor Antitermin
Acetilessin Acidalic Ácido Acetil Salicílico Anacetil
Anacin Anacold Analgermon Analgesin
Aspirina Impact Aspirina Prevent Aspissen Assedatil
Assetil Bayaspirina Benegrip Bufferin
Bufferin Cardio Caas Cafiaspirina Calmador
Cardio AAS Entérico Cardioaas Cheracap S Cibalena A
Cimaas Cordiox Dausmed Doloxene – A
Doribel Doril Doril C Dormec
Drenogrip Ecasil-81 Engov Enjoy
Excedrin-E Florialgin Funds ácido acetil salicílico Funed ácido acetil salicílico
Furp ácido acetil salicílico Griperal Gripin C Iquego ácido acetil salicílico
IVB – ácido acetil salicílico Lafepe – ácido acetil salicílico Lafergs – ácido acetil salicílico Lepemc AAS 100mg
Lepemc AAS 500 LFM – ácido acetil salicílico Melhoral C Melhoral Infantil
Mialgin Migrane Nuplam – ácido acetil salicílico Orosprevent
Prevencor Prevencor Pril Resfriol S Resprax
Salicetil Salipirin Salisvit C Salitil
Sifaas Sinutab Somalgin Somalgin Cardio
Sonrisal Superhist Thrombo Ass Tri – Bufered Aspirin
Vasclin Vita Grip

 
 

O mais indicado ao paciente com dengue são os tratamentos não farmacológicos, como grande ingestão de líquidos e repouso.

Um médico poderá receitar algum anti térmico adequado à situação para o controle da febre.

Autoria: Texto elaborado por Karina Silva, da equipe da Online Farma