Como Evitar Varizes

Escrito por

Varizes nas pernas são causadas principalmente por fatores genéticos. No entanto, há maneiras de evitar o surgimento das veias tortuosas e dilatadas nos membros inferiores. Confira a seguir.

As varizes aparecem quando o sangue que circula pelas pernas encontram dificuldade de voltar ao coração. Elas tendem a começar como vasinhos (microvarizes) vermelhos ou mesmo azulados e podem evoluir para veias bem visíveis.

Além do simples fator estético – ninguém quer ter pernas com esse tipo de marca -, existe a própria saúde. Em estágio avançado, podem causar inchaço, desconforto, coceira, pruridos e cansaço nas pernas. A trombose é uma consequência mais grave delas.

Hormônios e o Surgimento de Varizes

pernasMulheres costumam ser mais afetadas pelas varizes – e em geral o problema surge na puberdade, quando dois hormônios femininos, o estrogênio e a progesterona, entram em ação.

Eles tendem a dilatar os vasos sanguíneos.

A gravidez também é um período onde os vasos podem surgir ou mesmo se agravar. Além dos hormônios em alta, o próprio peso da barriga e do acúmulo de líquidos e gordura sobrecarregam as veias e artérias das pernas.

Uma boa maneira de saber se o seu risco de desenvolver varizes é grande é por meio do histórico familiar. Converse com sua mãe e avós e, se for o caso, comece a se prevenir desde já.

Como Prevenir Varizes

A primeira solução que vem à mente quando se pensa em prevenção de varizes são as meias elásticas medicinais com diferentes níveis de compressão. Elas são específicas para o problema e podem vir em modelos até o joelho, até a coxa ou tipo meia-calça.

Elas ajudam na melhor distribuição dos vasos sanguíneos, fazendo a circulação acontecer melhor.

No entanto, a prática de exercícios físicos que não sobrecarreguem as pernas, como natação, ainda é a melhor forma de combatê-las. A manutenção de um peso saudável e uma alimentação que não promova a retenção de líquidos também são essenciais.

Evite fumar e usar sapatos de salto alto com frequência. Converse com seu médico sobre o uso de contraceptivos hormonais ou terapia de reposição na menopausa: eles são fatores de agravamento de varizes.

Se você passa muitas horas do dia sentado, levante-se regularmente e caminhe um pouco. Exercite a panturrilha, faça massagens.

Tratamentos para Varizes

pernasSe nem com essas dicas de prevenção for possível prevenir varizes – e elas se tornarem realmente incômodas – existem alguns tratamentos para considerar. Afinal, elas tendem a se agravar, alastrando por toda a perna.

Para casos ainda não tão sérios, existem os medicamentos flebotônicos e linfocinéticos, que ajudam no retorno do sangue das pernas ao coração. Eles devem ser prescritos por um médico angiologista, assim como qualquer outro tratamento para o problema.

Esses profissionais são os únicos, por exemplo, a saber se é o caso de realizar cirurgias. Afinal, varizes muito sérias aumentam o risco de coágulos nas veias e trombose, que podem levar à embolia pulmonar com resultados fatais.

Outra consequência séria é a inchação severa das veias, levando até mesmo ao endurecimento da pele.

Alternativas à cirurgia incluem procedimentos como técnicas de ablação por laser e injeções esclerosantes.
No entanto cabe lembrar que, apesar do avanço tecnológico na medicina vascular, esses tratamentos não curam o problema das varizes. Na verdade, eles retiram as porções mais ameaçadas e evitam maiores complicações e desconfortos.

É essencial que o paciente continue prevenindo constante e ativamente o desenvolvimento das varizes, pois a recorrência é sempre uma possibilidade.