Climatério e Menopausa: Mitos e Verdades

Escrito por

Você que está iniciando uma destas etapas da vida, o Climatério e em seguida a Menopausa, precisa saber que existem alguns mitos e verdades com relação a estas fases. 

O que significa cada fase?

• Climatério: é a fase da sua vida, onde começam a diminuir os níveis hormonais e iniciam alguns sintomas, como fogachos (ondas de calor), dormência nas mãos e nos pés, depressão, insônia, irritabilidade, cefaleia, diminuição da libido, ressecamento vaginal, incontinência urinária, cistite de repetição.

Não pense que você vai apresentar todos os sintomas. Cada organismo reage de uma maneira, podendo apresentar sintomas ou não.

• Menopausa: é o seu período fisiológico, no qual cessa a sua menstruação, acaba o período reprodutivo.
É dito que você está na menopausa, quando já está há 12 meses sem menstruar.

Mitos e verdades

O maior mito é dizer que sua sexualidade chega ao fim…

menopausaA grande verdade é que você está entrando numa nova fase fisiológica da vida, onde ocorrem algumas mudanças em seu organismo devido ao seu ovário ir perdendo a sua função de produzir os hormônios estrógenos e progesterona.

A queda destes hormônios leva aos sintomas já comentados anteriormente. Você inicia uma nova fase da vida, que deve ser aproveitada e vivida da melhor maneira possível.

O climatério é o início da sintomatologia, principalmente a irregularidade menstrual e os fogachos.
A menopausa geralmente tem início entre os 45 e 55 anos. Pode ocorrer antes dos 40 anos, sendo chamada de precoce ou após os 60 anos, sendo chamada de tardia.

Mito: a menopausa envelhece.
A verdade é que o envelhecimento vem com o passar da idade, independente da menopausa.

Mito: a menopausa deixa seqüelas.
A menopausa apresenta alguns sintomas, já citados, que estão presentes na maioria das mulheres, sendo severos apenas em 10% das mulheres.
Não existem seqüelas e sim sintomas.

É bom lembrar à você mulher, que a data da primeira menstruação não tem influência na data de término do período menstrual.
E que a idade que outras mulheres da família entraram na menopausa também não influenciam e não podem ser usadas como parâmetro para saber quando você vai parar de menstruar.
E hoje, comemora-se o dia mundial da menopausa em 18 de outubro.

Tratamentos do climatério e menopausa.

Quando você apresentar qualquer um dos sintomas acima, procure o seu ginecologista. Anote e pergunte todas as suas dúvidas.

Lembre-se que seu ginecologista é a primeira pessoa que pode te ajudar, dando todas as informações a respeito desta fase da vida.

Você pode fazer a terapia de reposição hormonal, orientada pelo seu ginecologista, que avaliará o seu caso, sabendo informar a possibilidade ou não da terapia de reposição. Nunca tome nenhum hormônio sem orientação médica.

A reposição hormonal:

A reposição hormonal pode ser feita de várias maneiras: via oral (comprimidos), através da pele (adesivos transdérmicos e cremes), injeções intramusculares ou cremes vaginais.

A reposição oral é o método que surgiu primeiro e aos poucos, vem sendo substituído pela via transdérmica.

Os comprimidos apresentam uma dose diária hormonal.

Os adesivos vão liberando os hormônios gradativamente, que são absorvidos pela pele e vão para corrente sanguínea de uma forma gradual e constante.
Este método utiliza uma dosagem hormonal bem reduzida, pois não há absorção dos hormônios pelo fígado.

Os cremes vaginais são utilizados para melhora dos sintomas locais, como, por exemplo, a secura vaginal.
Os métodos injetáveis não são mais utilizados.

avaliaçao fisica

Faça todos os examens recomendados pelo médico.

Não se esqueça que o melhor método de reposição hormonal será indicado pelo seu ginecologista.

É necessária uma avaliação completa através de exame físico e laboratorial.

E também é necessário um acompanhamento através de exames de rotina: exame clínico, das mamas e ginecológico.