A Troca de Dentes da Criança

Escrito por

A fase de troca de dentes da criança se inicia, em geral, quando um dentinho de leite da frente cai. Na maioria das vezes ele fica na parte de baixo, na mandíbula. E em seguida, em seu próprio tempo, os demais vão “ficando moles” e caindo também. Em pouco temo o dente definitivo cresce no lugar do anterior. Saiba mais sobre esse processo importante da saúde oral do seu filho.

Troca de Dentes: Saem os de Leite, Chegam os Definitivos

Os primeiros dentinhos caem por volta dos seis ou sete anos de idade. Normalmente a troca completa está concluída aos 12 anos, na pré-adolescência.

Contudo esse período pode variar de criança para criança. As que se desenvolvem mais aceleradamente tendem a completar a dentição definitiva até mesmo aos dez anos.

Outras iniciam e finalizam esse ciclo mais tarde, e não tem nada de errado nisso. O fator genético é um bom indicador.

Dentes de leite permanecem na boca da criança para garantir uma boa mastigação até que seu crescimento ósseo esteja mais maduro. Então os dentes definitivos poderão entrar em ação.

Troca de Dentes: Deixe Acontecer Naturalmente

troca de dentesE como proceder quando o dente de leite do pequeno começa a balançar sozinho? É simples. Deixe que ele caia naturalmente.

É normal que a criança mexa-o com a língua. Isso ajudará o dente a ir se soltando aos poucos. E a criança saberá o limite deste impulso. Ou seja, não repetirá isso se começar a doer.

Sim, é isso. A troca de dentição não deve ser um processo doloroso. Repare que, quando o dente cai em seu próprio tempo, o pequeno não sente dor – ao contrário, muitas vezes se surpreende.

Sem contar quando o dente cai e, sem querer, é engolido. Todos calmos nessa hora! Não tem problema algum. Ele é relativamente pequeno e será expelido imperceptivelmente por meio das fezes.

Portanto aposente o costume de amarrar o dente de leite e arrancá-lo. Mesmo se o seu filho estiver aflito, doido para se livrar dele.

Troca de Dentição Atrasada

Caso você ache que os dentes de leite do seu filho estão demorando muito para começar a cair, visite um dentista infantil, ou odontopediatra. Ele provavelmente prescreverá a realização de uma radiografia panorâmica.

O raio x será fundamental para descartar possíveis problemas. Entre eles podem contar um desvio de erupção do dente definitivo ou sua formação ainda incompleta.

A Dentição Permanente

Dentes permanentes são bem fortes. A melhor forma de cuidar deles é realizando uma mastigação bem feita, sem pressa. Boas dentadas com os dentes de frente e trituração adequada com os molares, para desenvolver os maxilares.

Não se esqueça de escolher os alimentos corretos. Os doces ou muito processados podem atrapalhar bastante.

troca de dentes

É claro que a limpeza também é essencial. Aqui a higiene oral se torna ainda mais importante, já que dentes definitivos são isso mesmo: permanentes. Não haverá outra troca.

Caso o dente permanente comece a crescer enquanto o de leite ainda não caiu, visite o dentista infantil. Ele extrairá, de forma adequada, o dentinho, abrindo caminho para o definitivo.

Se essa precaução não for tomada, o dente definitivo poderá nascer na posição errada e até mesmo afetar a fala e a deglutição.