Toldos Residenciais para Janelas ou Pátios

Escrito por

Casas e apartamentos podem se beneficiar com a instalação de toldos. Eles protegem o ambiente interno e externo do sol, da chuva e controlam a temperatura. Conheça alguns modelos e faça sua escolha.

Toldos são itens ideais para controlar a luminosidade de um ambiente, tornando-o mais confortável. Com eles você pode escolher se quer expor o ambiente interno ou externo ao sol ou se a sombra é mais conveniente.

Por proteger contra a incidência dos raios UVA e UVB, também evitam o desbotamento de móveis e outros itens de decoração.

Vale lembrar que, se você mora num edifício, talvez seja interessante conversar com outros moradores ou com o próprio síndico para padronizar o modelo de toldo entre os apartamentos interessados, para manter a padronização da fachada.

Toldos podem ser encontrados em diferentes formas e materiais. A seguir mostramos os principais modelos disponíveis no mercado.

Critérios para a Escolha do Toldo

toldo vertical

Toldo vertical

Se o seu objetivo é proteger ambientes internos da incidência da luz do sol, o ideal é o toldo vertical, que funciona como se fosse uma cortina.

No entanto, se a ideia é cobrir uma área externa, como varanda ou pátio, fique com os toldos horizontais.

Toldos horizontais podem ser fixos, com uma estrutura permanente e não articulada que não permite que ele se recolha. Um exemplo é o toldo túnel, com capota comprida e abalroada, que pode cobrir um caminho de entrada até uma casa.

Horizontais também podem ser articulados, passíveis de serem estendidos e recolhidos.

Tipos de Toldo Articulado

No que diz respeito a toldos, as grandes variações ficam por conta dos tipos retráteis, com estruturas articuladas. Veja abaixo os principais modelos.

Toldo Vertical

O toldo vertical funciona como uma cortina: quando desejar recolhê-lo, ele se enrola como uma, ficando guardado num box discreto. Deve ser instalado nas mesmas dimensões de portas de vidro e janelas, de preferência bem rente a eles.

Além de proteger contra sol e chuva, promove maior privacidade.

Toldo Pivotante

Parecido com o toldo vertical. No entanto, seu sistema de retração do tecido é composto por braços automáticos que podem ser recolhidos tanto por manivelas quanto por controle remoto.

Toldo Ponto Reto

toldo

Toldo ponto reto

 

O ponto reto é bem simples: possui braços mais flexíveis e são os mais resistentes ao vento.

São ótimos para varandas.

Toldo Retrátil

É sanfonado, permitindo o controle exato da sombra e da ventilação da área, mas sem perder a visibilidade da paisagem.

Quando aberto, ele se estica, chegando a uma posição máxima de 90 graus.

Toldo Piramidal

Toldos piramidais são um capítulo à parte. Ele não é completamente fixo, já que deve ser montado e desmontado após o uso. Ao mesmo tempo, não permite abrir sua cobertura.

Ele se assemelha a uma tenda ou a um bangalô e é facilmente armado em pátios, com um sistema de encaixe unido por parafusos e conexões de aço inoxidável.

Sua versão conhecida como “chapéu de bruxa” é ainda mais simples: , montado em uma única peça, dispensando a necessidade de ferramentas para a montagem, mostrando-se também bastante resistente.

Manutenção de Toldos

toldo tunel

Toldo túnel

Em geral toldos possuem estruturas de alumínio, ferro ou aço. A de alumínio, naturalmente, é muito mais durável e de fácil manutenção. Já as de ferro devem ser protegidas com uma camada de verniz anticorrosivo, podendo assim durar dez anos.

Para que o toldo tenha uma vida longa, nunca recolha-o molhado. Se choveu, espere que sua cobertura seque.

Na hora da lavagem utilize apenas água e sabão neutro. Não use produtos químicos ou materiais ásperos como palha de aço: eles podem remover o tratamento do toldo. Sem contar que podem ressecar o tecido.
Não o enxágue com jatos fortes de água. O ideal é que seja lavado a cada três meses.