Rolos de Pintura Ideais para Cada Superfície

Original: https://www.fazfacil.com.br/reforma-construcao/rolos-de-pintura-superficie/ Escrito por

Você se esmerou na escolha do tipo e da cor perfeitos para a tinta que vai usar para pintar a parede – mas e o rolo? Qual modelo vai garantir o resultado ideal? Você precisa levar em conta dois fatores básicos para a escolha do rolo: o tipo de tinta que você vai usar e de superfície que você vai pintar: lisa, áspera ou rugosa. A seguir revelaremos quais as melhores escolhas para cada caso.

Rolo de Pintura Ideal para Paredes Lisas

O bom e velho rolo de pintura de espuma de poliéster foi feito para superfícies lisas.

pintando paredeEssa espuma é mais densa e absorve maior volume de tinta, ajudando a espalhar o material e resultando num melhor acabamento, seja com tinta sintética ou acrílica.

A pintura fica ainda melhor se ambas as tintas forem à base de água.

Para superfícies lisas, os rolos de lã de carneiro devem ter pelos mais curtinhos e permitem tintas à base de água, látex PVA ou acrílica; já os de lã sintética são indicados para qualquer tipo de tinta ou verniz.

Rolos de espuma rígida devem ser empregados para a aplicação de texturas.

Nunca utilize thinner quando usar um rolo de espuma.

Rolos de Pintura para Superfícies Rugosas ou com Textura

Paredes rugosas ou com texturas serão pintadas com melhores resultados com a utilização de rolos de lã natural.

As tintas permitidas são, também, à base de água: acrílicas, PVA ou látex.

É importante considerar que quanto maior o relevo da superfície, mais longo deverá ser o pelo da lã. Rolos com pelos de 16mm ou mais reterão mais tinta, ajudando a alastrá-la mais.

Já os rolos com pelos mais curtos que 16mm não respingam e são mais versáteis.

Rolos de pintura de lã mista são feitos com proporções iguais de pelo natural de carneiro e pelo de poliéster, e podem ser empregados em superfícies rugosas, semirrugosas ou com texturas suaves.

Rolos de Pintura de Lã Especial

São rolos bastante versáteis, uma vez que foram desenvolvidos para espalhar tanto tintas à base de água quanto à óleo, esmaltes sintéticos, vernizes e zarcão.

São feitos de lã sintética, à base de poliéster, e se assemelham muito aos rolos de lã natural de carneiro. Cobrem qualquer tipo de superfície: lisas, rugosas, semirrugosas ou com texturas.

 

Quando e Como Usar Trinchas e Brochas

trinchasTrincha é o nome técnico de pincéis achatados utilizados em pintura de paredes e objetos.

É mais utilizada para pintar detalhes e fazer acabamentos, passando a tinta sempre na mesma direção, sem ir e voltar.

É importante que suas cerdas estejam bem agrupadas e não soltem.

Existem três tipos básicos de trinchas:

  • Cerdas pretas – indicadas para a utilização de óleos, esmaltes sintéticos, vernizes e zarcão sobre madeira, alvenaria e metais, entre outros.
  • Cerdas gris (mescladas) – tintas à base de água ou de solventes sobre qualquer superfície.
  • Cerdas brancas – resinas sintéticas, vernizes e stains. Realiza o mesmo trabalho dos outros tipos de trinchas e ainda é ideal para a pintura de cantos, recortes, vincos e detalhes.

Brochas são pincéis de grandes dimensões usadas para aplicação de tintas à base de cal ou cimentícia, de viscosidade maior.

Manutenção de Rolos de Tinta, Brochas e Trinchas

pintando muroLave-os antes do primeiro uso: assim você evita que eventuais partículas presas ao pelo ou à espuma grudem na superfície na hora da aplicação da tinta.

Quando o trabalho tiver terminado, lave imediatamente os rolos, brochas e trinchas de tinta com bastante água. Antes, retire o excesso de tinta com folhas de jornal.

Se tiver sido usada tinta sintética, lave o rolo com solventes minerais.

Seque-os com pano macio.