Como escolher a cor ideal do rejunte?

Escrito por

 

 

Rejunte do revestimento ceramico: “a cor”

 

– Rejunte similar ao revestimento:

Produz um efeito harmonico no ambiente, deixando a area revestida uniforme, como se fosse um plano de uma cor apenas.

Esta escolha permite disfarçar inumeros defeitos, de assentamento, como paginação, recortes e detalhes mal localizados, juntas de assentamento com diferentes larguras, etc.

– Rejunte de cor contrastante a do revestimento:

Evidencia a paginação escolhida, o tamanho das ceramicas do revestimento, os recortes e detalhes.
Caso o revestimento apresente falhas de colocação, como recortes mal feitos ou mal localizados, largura das juntas variaveis, todos estes e outros defeitos serão ressaltados.

Variações da Tonalidade da Cor

O revestimento cerâmico é um acabamento e, por isto, além das características técnicas a estética também é um fator decisivo na hora especificação. Muitos

revestimentos apresentam variações de tonalidade intencional, de forma a reproduzir as condições da natureza ou para criar um efeito estético único.

Para facilitar a identificação sobre se o produto escolhido tem ou não uma variação intencional de tonalidade de uma peça para outra, é adotada uma classificação que está explicada na tabela abaixo:

V1 = Aparência Uniforme: as diferenças de tonalidade entre peças de uma mesma produção são mínimas.

V2 = Variação Leve: as diferenças são claramente distinguíveis na textura e/ou no padrão dentro de cores similares.

V3 = Variação Moderada: as cores presentes numa única peça serão parte das cores presentes nas outras peças mas a quantidade de pigmentos de cores em cada peça pode variar significativamente.
Por exemplo: uma “nuance” de cor de um dos pisos pode aparecer como a cor predominante em outro.

V4 = Variação o Acaso: diferenças de cores ao acaso de piso para piso de modo que uma peça pode ter cores totalmente diferentes das outras.
Desta forma o resultado final será único.

 Mostruario de cores: