Qual pincel usar?

Escrito por

Para quem não é profissional da area a escolha dos pinceis que irá usar é sempre complicada ou feita ao acaso.

Aqui veremos que cada tipo de pincel pode servir a uma função especifica, e a qualidade do material que é feito tem de estar de acordo com a quimica usada na tinta.

 

 

Pincéis de pintura podem têm dois formatos básicos:

Redondo:
Os pêlos longos, arranjados de forma compacta, deste tipo de pincel permitem reter mais tinta que outros pincéis de mesmo tamanho, mas formato diferente.
Por isso que muitos artistas preferem-no ao colorir grandes áreas.

Chato:
Espalham melhor a tinta.

Tipos de pincéis que são utilizados para pintura:

 Chatos:

  • Chato longo (Stroke)
  • Chato curto (Short Bright)
  • Quadrado (Bright)
  • Plano (Flat)
  • Língua de gato (Filbert)
  • Chanfrado (Angular)
  • Leque (Fan)
  • Trincha (Paint brush)
  • Trincha longa (Spalter)
  • Pelenesa (Gilder’s Tip)

 

Redondos:

  • Redondo (Round)
  • Redondo curto (Spotter)
  • Redondo longo (Liner)
  • Ponta chata (Showcard)
  • Chanfrado (Striper)
  • Pituá (Mop)
  • Broxa ou Batedor (Stencil)
  • Gafo (Pipe)

Trinchas

Dicas Importantes:

  • Para uma melhor empunhadura, prefira os pincéis de cabo de madeira crua ao invés do de plástico ou de madeira pintada.
  • Pincéis de corte angular são excelentes para recortes precisos em superfícies próximas, como molduras de janelas.
  • Pincéis com cerdas sintéticas são mais adequados para tintas à base de água.
  • Pincéis com cerdas naturais são indicados apenas para tintas à base de solvente.