As palavras mais usadas em eletricidade… T

Escrito por

– Tarifa Convencional – Grupo
Estrutura caracterizada pela aplicação de tarifas de consumo de energia elétrica e/ou demanda de potência independentemente das horas de utilização do dia e dos períodos do ano.

– Tarifa de Energia
É o preço da unidade de energia elétrica expressa em função de kWh consumidos e/ou da demanda de potência ativas que recai sobre uma unidade consumidora.

– Tarifa de Energia Binômia – Grupo
Conjunto de Tarifas de fornecimento constituído por preços aplicáveis ao consumo de energia elétrica ativa e à demanda faturável.

– Tarifa de Energia Monômia – Grupo
Conjunto de tarifas de fornecimento de energia elétrica constituída por preços aplicáveis unicamente ao consumo de energia elétrica ativa.

– Tarifa de Ultrapassagem
Tarifa aplicável sobre a diferença positiva entre a demanda medida e a contratada, quando exceder os limites estabelecidos.

– Tarifa Horo-Sazonal Azul – Grupo
Modalidade estruturada para aplicação de tarifas diferenciadas de consumo de energia elétrica de acordo com as horas de utilização do dia e os períodos do ano, bem como de tarifas diferenciadas de demanda de potência de acordo com os horários de ponta (dias úteis) e fora ponta (quaisquer dias).

– Tarifa Horo-Sazonal Verde – Grupo
Modalidade estruturada para aplicação de tarifas diferenciadas de consumo de enegia elétrica de acordo com as horas de utilização do dia e os períodos do ano, bem como de uma única tarifa de demanda de potência.

– Temperatura Ambiente
Temperatura do ar ou de outro meio no qual um componente da instalação elétrica é previsto para ser instalado.

– Temperatura de Trabalho
É uma faixa de temperatura térmica em que um dispositivo elétrico pode operar mantendo suas características funcionais. Ao ultrapassar os limites estipulados pelo fabricante, estarão comprometidos: os circuitos elétricos; a funcionalidade, e a própria integridade do produto.

– Tensão de Trabalho
Valor de tensão à qual os contatos estão sujeitos quando algum aparelho elétrico é alimentado na tensão nominal, sob condição de utilização normal ou de falha provável de alguns de seus componentes. A faixa limite de variação aceitável de tensão, normalmente é da ordem de +/- 10%, para não comprometer a integridade de um equipamento elétrico.

– Tensão Elétrica
Unidade de grandeza escalar que determina a diferença de potencial entre dois pontos. A tensão elétrica regular é o ideal num circuito para manter a integridade de funcionamento dos diversos equipamentos elétricos. Devido a ocorrência de flutuações de tensão, todos os equipamentos são afetados causando defeitos e/ou queima prematura. O contato com condutores ligados a rede sem isolamento e de diferentes tensões, provoca curtos circuitos. Unidade de medida Volt, símbolo V.

– Tensão Nominal
Tensão atribuída a um aparelho pelo seu fabricante e que serve de referência para o projeto, o funcionamento e a realização dos ensaios de laboratório.

– Tensão Primária de Distribuição
Tensão disponibilizada no sistema elétrico da concessionária com valores padronizados superiores a 2300V.

– Tensão Secundária de Distribuição
Tensão disponibilizada no sistema elétrico da concessonária com valores inferiores a 2300V.

– Terminal
Parte condutora de um dispositivo elétrico com o qual se conecta um condutor correspondente a um circuito elétrico externo.

– Termostato
Dispositivo de acionamento por sensibilidade térmica, podendo ligar, desligar equipamentos diversos ou até regular seu funcionamento através da temperatura.

– Terra
Massa condutora da terra cujo potencial elétrico, em qualquer ponto, é convencionalmente considerado igual a zero.

– Transformador
Equipamento elétrico estático que, por indução eletromagnética, transforma tensão e corrente alternadas entre dois ou mais enrolamentos sem mudança de frequência. Ex: Os transformadores para lâmpadas halógenas de 12V, são do tipo “abaixador”, pois a tensão do enrolamento primário (127V ou 220V) é superior à do enrolamento secundário (12V).

– Transformador Eletrônico
Conceito mais moderno de dispositivos de acendimento de lâmpadas de baixa tensão como as lâmpadas halógenas de 12V e as lâmpadas dicróicas.Composto básicamente por componentes eletrônicos tipo: diodo; resistores; filtros entre outros. Principais vantagens: São silenciosos; devido seu funcionamente ser em alta frequencia; mais compactos; mais leves; emitem menos calor no ambiente; consomem menos energia e possuem vida útil elevada.