Fio Terra: Para Que Serve? Onde e Como Usar?

Escrito por

A principal função do aterramento é o escape da energia para um local seguro, onde ela possa se dissipar. Seja por motivos de segurança, seja para efeitos de melhoria acústica ou como meio de prolongamento da vida útil de equipamentos. O fio terra é o condutor cuja função é conectar à terra todos os dispositivos que precisarem utilizar seu potencial como referência.

Características do Fio Terra

Observe que a bitola do fio terra deve ser a mesma que a do fio fase. Pode-se utilizar um único fio terra por eletroduto, interligando vários aparelhos e tomadas.

Por norma, a cor do fio terra é obrigatoriamente verde/amarela ou somente verde. Diz-se que um dispositivo está “aterrado” quando está conectado ao condutor designado à função de aterramento – o fio terra do circuito.

As cargas elétricas podem ser negativas ou positivas. Elas sempre procuram um caminho para encontrar cargas contrárias.

A circulação dessas cargas elétricas, através de uma conexão à terra evita que a corrente elétrica circule pelas pessoas. Isso evita que elas sofram choques elétricos.

Como o corpo humano é capaz de conduzir eletricidade, se uma pessoa se encosta a um equipamento elétrico ela estará sujeita a levar um choque. Que nada mais é do que a sensação desagradável provocada pela passagem dos elétrons pelo corpo.

O conceito básico da proteção contra choques é o de que os elétrons devem ser desviados da pessoa.

A existência de um adequado sistema de aterramento também pode minimizar os danos em equipamentos, em casos de curto-circuitos.

O Circuito Elétrico e o Aterramento

fio-terraTodo circuito elétrico bem projetado e executado deve ter um sistema de aterramento.

Um sistema de aterramento adequadamente projetado e instalado minimiza os efeitos destrutivos de descargas elétricas (e eletrostáticas) em equipamentos elétricos.

Também protege os usuários de choques elétricos.

Para isto, as tomadas são dotadas de três pinos. Dois dos quais são fase ou fase e neutro, e o terceiro, isolado dos primeiros, é o terra.

O fio de cobre é um milhão de vezes melhor condutor do que o corpo humano. Portanto se oferecermos aos elétrons dois caminhos para eles circularem, sendo um o corpo e o outro um fio, a maioria deles circulará pelo fio. Vai minimizar os efeitos do choque na pessoa.

Esse fio pelo qual irão circular os elétrons que escapam dos aparelhos é chamado de fio terra.

Onde o Fio Terra é Usado

O fio terra deve ser instalado em todas as tomadas e pontos de energia da casa, independente do ambiente. Isto garante que qualquer equipamento que possua o fio terra seja interligado ao sistema de aterramento.

O aterramento nas instalações elétricas atuais é um item obrigatório. Sua função está na proteção dos equipamentos através da criação de um caminho para as correntes de falta. Atuando assim nos dispositivos de proteção.

A principal função do aterramento, além da proteção de equipamentos, é evitar choques elétricos. Afinal ele pode causar desfibrilação ventricular (parada cardíaca).

Para tanto é recomendado em qualquer caso o uso de dispositivos DR 30mA. Ou seja, equipamentos diferenciais residuais que desligam os sistemas no caso de choque elétrico ou fugas de corrente maior do que 30mA.

Equipamentos Sem Fio Terra

Nem todos os equipamentos necessitam do fio terra. Eles já possuem na sua construção isolamento de suas carcaça, não colocando os usuários em risco de choque.

Mas o pino de aterramento na tomada deve estar disponibilizado em toda a residência. Os equipamentos que possuem o fio terra (condutor de proteção) precisarão dele.

Tomadas

A tomada que aceita aterramento e tem conector para o fio terra é a tomada tripolar. Ela possui três orifícios: o da fase mais o do neutro mais o orifício do terra.

Este é o padrão adotado por vários países e atualmente adotado por arquitetos na construção da rede elétrica dos imóveis brasileiros. Até porque este é o padrão de tomada tripolar indicada pelas normas da ABNT.

No Brasil, principalmente nas casas e apartamentos mais antigos, o mais comum é a tomada bipolar. Ela tem apenas o orifício da fase mais orifício do neutro.