Mais sobre assentamento do piso… ceramico!

Escrito por

 

Preparando para o assentamento

Uma preparação adequada do piso é muito importante para que o resultado final do trabalho, quer a nível técnico quer a nível estético, seja perfeito.

 

Por isto é necessário que sejam feitas os seguintes preparos, antes do início do assentamento das peças cerâmicas:

– Limpeza
A base a ser revestida deverá passar por um processo de limpeza para remoção de pó, sujeira, gordura, bolor e outras substâncias que possam vir a prejudicar a aderência.

Os procedimentos recomendados para a limpeza são os seguintes:
• escovação com vassoura de piaçaba ou escova de aço
• remoção de partículas aderidas com espátula
•lavagem com água sob pressão ou jato de areia nos casos de grande impregnação
• lavagem com água sob pressão ou jato de areia nos casos de grande impregnação.
• processos mecânicos (esfregação)
• aplicação de soluções alcalinas ou ácidas: fosfato de sódio, soda cáustica, ácido muriático ou detergente
• escovação e limpeza com ácido muriático (diluído em água na proporção 1:10), e enxágüe com água.
• escovação e limpeza com ácido muriático, diluído em água na proporção 1:10, e enxágüe com água pura
• alternativamente, pode-se utilizar jateamento de areia.

– Remoção de pó, sujeira e materiais soltos
• escovação com vassoura de piaçaba ou escova de aço
• remoção de partículas aderidas com espátula
•lavagem com água sob pressão ou jato de areia nos casos de grande impregnação

– Remoção de partículas aderidas com espátula ou talhadeira
lavagem com água sob pressão ou jato de areia nos casos de grande impregnação.

– Remoção de desmoldantes, graxa e gordura
• processos mecânicos (esfregação)
• aplicação de soluções alcalinas ou ácidas: fosfato de sódio, soda cáustica, ácido muriático ou detergente

– Remoção de eflorescências:
• escovação e limpeza com ácido muriático (diluído em água na proporção 1:10), e enxágüe com água.
• escovação e limpeza com ácido muriático, diluído em água na proporção 1:10, e enxágüe com água pura
• alternativamente, pode-se utilizar jateamento de areia.

– Remoção de bolor e fungos
• escovação com solução de fosfato de sódio e hipoclorito de sódio, seguida de lavagem com água pura
em abundância.

– Remoção de elementos metálicos (pregos, fios, etc.):
• reparos superficiais devem ser realizados com argamassa com traço idêntico à argamassa de emboço.

– Remoção de película de tinta
• retirada com espátula e/ou lixamento da superfície com lixa no. 60 ou 80, até remoção completa da tinta.

Sempre que forem utilizadas soluções ácidas ou alcalinas na lavagem da base, a mesma deve ser previamente saturada com água para que não absorva tais soluções, que são extremamente prejudiciais para materiais à base de cimento.

Após a lavagem da base com esses produtos, a mesma deve ser enxaguada com água pura em abundância.

fonte:www.ccb.org.br