Madeira Plástica: Como Usar

Escrito por

Também chamada de “madeira ecológica”, a madeira plástica é sustentável e substitui sua versão natural com muitas vantagens. Confira a seguir como ela pode ser usada no projeto da casa.

Origem e Vantagens da Madeira Plástica

A madeira plástica é feita a partir de restos de plástico e PVC. Além de ajudar a retirar esses materiais poluentes do meio ambiente, dando-lhes nova utilidade, cada 30 metros quadrados dela poupa uma árvore e 180 mil sacolas plásticas são retiradas da natureza.

A produção da madeira ecológica reaproveita os próprios restos do processo de fabricação, não gerando resíduos. Inclusive produtos velhos feitos desse material entram na cadeia produtiva de novos, já que são completamente recicláveis.

Além disso é visualmente muito próxima à madeira natural. É de fácil manuseio, durável e vem em diversas cores e texturas. Ela não enferruja, não racha, não solta farpas, é resistente à umidade, às intempéries climáticas e é à prova de fungos e pragas.

deck madeira piscinaPor isso suas vantagens se sobressaem ainda mais em áreas externas, em comparação à madeira natural que, para obter essas propriedades, precisa passar por tratamento com vernizes.

É termicamente resistente e possui dilatação mínima. Sua manutenção é bem simples: basta água e sabão neutro. Em geral, os fabricantes oferecem de cinco a dez anos de garantia para produtos desse material.

A madeira ecológica pode ser pintada à mão e é facilmente instalada, não exigindo ferramentas específicas. O ideal, no entanto, é sempre deixar essa tarefa para mão-de-obra especializada.

Empregos da Madeira Ecológica

A madeira ecológica pode substituir diretamente a madeira tradicional em praticamente qualquer aplicação. Mas ela não se restringe a simplesmente repor o material natural.

Ela vem ganhando espaço nos projetos arquitetônicos e de paisagismo com grande velocidade, e atualmente já possui fornecedores unicamente dedicados a desenvolver linhas de produto específicas.

Entre os usos externos estão os decks de varandas e piscinas, pergolados, cercas, fachadas, telhas e móveis que, juntamente com estofados impermeáveis, possuem enorme apelo no design de áreas de lazer.

No interior de residências a madeira ecológica pode ser colocada em móveis, rodapés, pisos e outros revestimentos. Mas atenção: não é indicada para constituir estruturas de edificações.