Instalação Segura do Aquecedor à Gás

Escrito por

Os aquecedores a gás já se tornaram um item essencial na casa dos brasileiros que buscam mais economia na conta de energia elétrica.

Apesar de muitas pessoas ainda utilizarem a eletricidade para aquecer sua água, seja nas torneiras ou nos chuveiros de suas casas, os aquecedores a gás costumam gerar uma economia impressionante, principalmente a médio e longo prazo.

No entanto, para que essa economia seja melhor aproveitada é necessário que a instalação de aquecedor a gás seja feita de forma segura e responsável, evitando que qualquer problema coloque em risco a segurança dos moradores.

Para garantir isto, é importante seguir alguns passos.

Local Ideal para o Aquecedor à Gás

Além de ter dimensões que devem ser respeitadas no momento da instalação, o seu tamanho não é o único aspecto a ser levado em consideração.

aquecedor areaÉ imprescindível que esse ambiente seja bem ventilado, com renovação de ar constante, uma vez que eles trabalham por combustão – ou seja, transformam o oxigênio em gás carbônico, por isso a renovação deve ser constante, proporcionando o funcionamento do sistema e sem colocar em risco a saúde das pessoas.

Muitas pessoas acabam optando pelas varandas de casa ou até mesmo a lavanderia, no caso de quem não pode deixá-los em uma região totalmente aberta.

Essas áreas costumam ser bem ventiladas, mas é importante verificar se estes locais garantem a segurança do aparelho, para que ele não se deteriore.

Banheiros e dormitórios jamais devem abrigar esses equipamentos, pois são lugares que ficam por muito tempo fechados e podem trazer riscos para quem os utiliza.

Entre os recursos que você precisa disponibilizar para esta área está um ponto de gás, específico para o abastecimento interno, e também uma tubulação específica para a circulação de água.

Essa tubulação normalmente tem um revestimento térmico, além do aquecedor de passagem a gás.

Instalação do Aquecedor à Gás

Para instalar o aquecedor, deixe o lugar bem limpo e seco.

instalacao aquecedorSerá necessário possuir a tubulação de gás e o encanamento da água, mas mantenha esses registros fechados durante toda a instalação, evitando riscos de acidentes.

Deste modo, encaixe o aquecedor de uma maneira que fique bem alinhado com os dutos apropriados.

Utilize um nível para garantir que ele está bem colocado, usando um calço para ajustá-lo, se necessário.

Use uma camada dupla de fita teflon ao redor das roscas antes de conectá-las nas novas válvulas de alívio de pressão e temperatura.

Use uma chave grifo, ou outra ferramenta apropriada, para parafusá-las corretamente.

Os tubos devem ser unidos nas junções. Coloque os adaptadores nos tubos de cobre, soldando nessa parte – de preferência, em algum lugar longe do aquecedor, evitando que uma fonte de calor possa estragar o reservatório.

Use o teflon também para colocar os canos de entrada e saída de água. Os tubos de plástico são mais indicados para esse fim, pois são considerados mais higiênicos.

O tubo de respiro deve ser posicionado acima do exaustor do aquecedor. Para isso, utilize parafusos de metal de cerca de 1 cm, que permitem que seja fixado firmemente no local.

Antes de reconectar os canos de gás, limpe as extremidades com uma escova de aço e um pano, aplicando um pouco de composto em cada rosca.

Utilize duas chaves de grifo para prender a primeira peça dentro da válvula de gás para então continuar a remontar os outros acessórios.

A última conexão deve ser feita com um encaixe adequado, seja para a velha tubulação ou para a nova. Depois de conectadas, já é possível ligar a válvula de abastecimento de gás.

Religue os fios de força e o fio terra na caixa de conexão, ligando o aquecedor a uma fonte de energia.

Para verificar o vazamento, você pode fazer o mesmo procedimento quando verifica o vazamento em botijões. Basta usar uma esponja no sabão e fazer espuma no local, ficando atento para o aparecimento de bolhas. Depois disso, ligue o registro e ative o aquecedor.