Guarnições para Portas: Como Escolher

Escrito por

Também conhecidas como alizares ou molduras, as guarnições para portas acompanham os rodapés e vedam o espaço existente entre o batente da porta e a parede. Essas molduras protegem a parede e a pintura de danos causados por pancadas dadas no entorno na porta. Elas possuem um grande valor estético e vem em diferentes materiais. Saiba como escolher as suas.

Relação Entre Guarnições para Portas e Rodapés

Guarnições são como rodapés ou molduras para a porta. Ambos não precisam ser necessariamente iguais – você pode ter uma guarnição no modelo da porta e um rodapé que combine mais com o piso, por exemplo.

O importante é que eles se harmonizem entre si.

porta batente guarniçao alizar

Eles também não precisam ser do mesmo tamanho, mas é importante que não sejam muito desproporcionais. Use a espessura da moldura para balizar a do rodapé. Este deve ter, no mínimo, a mesma medida que a primeira.

Decoração com Alizares

alizar portaEmbora os alizares possuam a mesma altura na maior parte dos casos, é possível encontrar alguns com a parte superior mais alta que as laterias, conforme a imagem ao lado.

Esse estilo de alizar é muito comum em banheiros e lavabos. Eles alongam o cômodo, fazendo o pé direito parecer maior. Para esse efeito, cores claras são mais indicadas.

Se a sua decoração for mais moderna e irreverente, poderá manter as paredes brancas e brincar com as cores do rodapé e alizares.

Os tons escolhidos, no entanto, devem estar em harmonia com a palheta do resto da decoração.

Materiais das Molduras para Portas

Se a moldura da porta for instalada em áreas externas, prefira as de porcelanato, cerâmica, alumínio ou pedras, como mármore ou granito. Elas são resistentes a intempéries.

porta molduraEm ambientes internos você poderá optar por pedras, alumínio, madeira natural ou MDF.

As duas primeiras são opções mais caras. A madeira, inclusive, tente a danificar com mais facilidade e é mais pesada. A melhor pedida em termos de custo-benefício são os alizares de MDF: mais leves, mais baratos e mais versáteis, podendo ser customizados de várias formas.

Guarnições de alumínio também são eficientes e custam menos. Elas já vem em modelos mais modernos, dispensando a necessidade de customização.

Em tempo: rodapés fabricados em poliestireno são alternativas modernas e práticas para o acabamento dos ambientes. Podem ser molhados, pois apresentam boa resistência à umidade, e também variar conforme a textura ou pintura.

Instalação de Guarnições

Existem algumas regrinhas que evitam resultados visualmente desastrosos na união dos diferentes frisos da guarnição. Entre ela e o rodapé do chão.

A guarnição deve chegar até o piso da casa. Nada de deixar o rodapé avançar até a porta. O rodapé deverá começar logo após a guarnição.

Outra alternativa é unir alizares e rodapés a 45 graus cada. Isso também vale para a união entre os alizares laterais e o superior. Uniões de meia-esquadria (ou seja, de 90 graus) também são permitidas neste caso.

E lembre-se: na hora da instalação as paredes precisam estar em perfeitas condições. Não poderá haver sinais de rachaduras, infiltrações ou umidade.

Para fixar as guarnições, utilize cola específica ou pregos de aço sem cabeça.