ESCADAS PORTATEIS domésticas! Como e quando usar.

Escrito por

Classificação das escadas…

 

• Escada simples (singela) – é aquela constituída por dois montantes interligados por degraus;

• Escada de abrir – é aquela formada por duas escadas simples ligadas entre si pela parte superior por meio de dobradiças resistentes;

• Escada de extensão ou prolongável – é aquela constituída por duas escadas simples que se deslizam verticalmente uma sobre a outra, por meio de um conjunto formado por polia, corda, trava e guias.

Uso

A escada deve ser apoiada em piso sólido, nivelado e resistente, para evitar recalque ou afundamento.
Não apóie em superfícies instáveis, tais como, caixas, tubulações, tambores, rampas, superfícies de andaimes ou ainda em locais onde haja risco de queda de objetos.
Em piso mole, providenciar uma base sólida e antiderrapante para a mesma.

As escadas portáteis não devem ser posicionadas nas proximidades de portas, em áreas de circulação de pessoas ou máquinas, onde houver risco de queda de materiais ou objetos, nas proximidades de aberturas e vãos e próximo da rede elétrica e equipamentos elétricos desprotegidos.

Quando for necessário utilizar próximo à portas, estas devem estar trancadas, sinalizadas e isoladas para acesso à área.
Em locais de trânsito de veículos, a escada deve ser protegida com sinalização e barreira.

Escada simples

As escadas simples devem ser amarradas no ponto de apoio, de modo a evitar escorregamento ou quedas frontais ou laterais.
Quando não for possível, outra pode pode segurá-la.

A extremidade superior das escadas simples deve ultrapassar em cerca de um metro o ponto que se deseja atingir para acesso.

A distância horizontal da base à linha de prumo que passa pelo apoio superior deve corresponder a ¼ da distância entre a base e o apoio superior, ou seja, para uma parede de 4 metros de altura, a base da escada deve estar afastada de 1 metro da parede.

O espaçamento entre os degraus deve ser uniforme, entre 25 a 30 centímetros.

É permitido que a madeira seja protegida com verniz translúcido ou óleo de linhaça, mas que permita ver suas falhas.

As escadas de madeira não devem apresentar farpas, saliências ou emendas.

A madeira para confecção deve ser de boa qualidade, estar seca, sem apresentar nós e rachaduras que comprometam a sua resistência.

Os degraus devem permanecer limpos, livres de óleos, graxas e produtos químicos.

Manutenção

A escada deve ser acondicionada em local seco, longe de umidade ou calor excessivo.

Deve ficar em posição horizontal e apoiada em vários pontos, de acordo com o seu tamanho para evitar empenamento.

Após sua utilização, a escada deve retornar ao seu local de origem.

Não deixar a mesma abandonada no chão, nem apoiada contra paredes e estruturas.

Nenhuma escada deve ser arrastada, ou sofrer impactos nas laterais e degraus.

Obs: Não utilize escadas com pés ou degraus quebrados, soltos, podres, emendados, amassados, trincados ou rachados, ou faltando parafuso ou acessório de fixação.
Escada defeituosa deve ser imediatamente retirada de uso.