Como Decorar a Sala com Antiguidades

Escrito por

Existe um charme enorme em utilizar peças de antiguidades para decorar a casa – isso sem falar na economia. Aprenda a usar móveis e objetos herdados, ou de antiquários, para arrumar a sua sala.

Objetos e móveis antigos podem pertencer a diferentes épocas, o que resulta em diferentes resultados na hora de decorar. Itens do século XIX conjugados com outros das décadas de 50 ou 70, por exemplo.

Além disso, você pode misturar peças de duas épocas diferentes – e até mesmo mesclar com estilos contemporâneos, como o clean escandinavo e o industrial.

A outra grande vantagem de decorar com antiguidades é que pode ser muito econômico. Você pode utilizar peças herdadas da família ou comprá-las em antiquários, lojas de produtos de segunda mão e feiras específicas.
Bastará, no entanto, garimpar itens que estão dentro de uma faixa de preço mais em conta. E que sempre estejam em bom estado de conservação.

A decoração com predominância de antiguidades chama-se vintage. Não confunda com o retrô, que se trata de itens de design antigo mas fabricados hoje.

Móveis Antigos para Decorar a Sala

Mesmo tendo sido projetados há muitas décadas atrás, muitos móveis possuem um design tão visionário que não serão capazes de trazer um ar antigo para a sala.

Uma cadeira Bertoia, criada nos anos 50, é tão arrojada que ainda passa a impressão de que foi criada recentemente.

A menos que a sua ideia seja criar uma sala moderna a partir de peças vintage, você provavelmente vai preferir recorrer a móveis tradicionalmente antigos, como os de madeira escura, ferro ou couro.

Os estilos mais característicos de móveis, e também objetos, para compor um visual vintage na casa são art déco, art nouveau, Luiz XV e vitoriano. No Brasil, eles ornavam os aposentos de famílias das classes média e alta. Ou seja, são fáceis de herdar ou encontrar.

sala anos 50Outra linha de decoração que sempre marca ponto em antiquários são o de itens dos anos 50 e 60.

Tratam-se de sofás, divãs, poltronas, mesas e cadeiras de jantar, mesas laterais e de centro, aparadores e outros.

Alguns móveis, como mancebos (utilizados para pendurar casacos e chapéus), cristaleiras e baús são bastante típicos de outros tempos. São sinais inconfundíveis da proposta vintage.

Se você quer utilizar móveis antigos mas com um toque mais atual, forre-os com tecidos surpreendentes ou pinte-os de acordo com a atmosfera que deseja criar.

Objetos Antigos na Decoração

geladeiras decoração salaVocê pode reforçar a atmosfera criada pelos móveis vintage com objetos também antigos. Mesmo salas modernas ganham um apelo irresistível com eles.

Máquinas de escrever, gramofones, abajures, telefones, vasos, candelabros, manequins de costura, balanças, ventiladores, relógios de parede, espelhos, leques, gaiolas, lanternas de metal, cinzeiros, porta-retratos… uma vez antigos, esses são os campeões no quesito. Mesmo que não funcionem mais.

Se quiser ousar, traga para sala uma geladeira bem antiga para guardar livros, discos, copos, louças ou mesmo se tornar uma adega. O manequim de costura pode estar vestido com roupas e acessórios de brechó.

manequinsantigosdecoraçãoOu seja, não tenha medo de colocar nesse ambiente objetos típicos de outras partes da casa.

Os quadros, mesmo com pinturas e fotografias atuais, podem ganhar molduras rebuscadas.

É importante se despir de preconceitos. Um bibelô de louça que você isoladamente, não goste, pode ser o que faltava na hora de finalizar a decoração de uma prateleira.

Um tapete pode virar um belo painel se pendurado na parede.

Dicas para Aproveitar ou Comprar Móveis Antigos

A menos que esteja seriamente danificado, jamais olhe muito objetivamente para um objeto ou móvel. Ele sempre pode ser recuperado ou atualizado com forragens, pinturas e outras técnicas, e acabar respondendo a uma determinada paleta de cores da sua sala.

Nunca deixe de pechinchar. Quem vende antiguidades está mais do que acostumado com isso, e em geral é possível chegar a preços muito bons.

Você também pode tentar fazer permutas, oferecendo um móvel ou objeto antigo em troca de outro que o antiquário possui.