Correntes para Chuvas no Telhado

Escrito por

Correntes para chuvas são alternativas para os canos que levam a água da chuva da calha do telhado até o solo. Essa solução teve origem no Japão há muitos séculos, onde ainda é amplamente utilizada em residências e templos por seu aspecto decorativo e sua funcionalidade. Saiba mais a seguir.

Além de serem mais graciosas que os canos verticais habituais, as correntes possibilitam a apreciação visual e auditiva da água que escorrem nelas, com efeito bastante calmante – por esse motivo, são muito utilizadas pelos adeptos do Feng Shui.

Muitas vezes a ponta final das correntes levam a um balde ou outro recipiente maior, visando o armazenamento da água da chuva para posterior uso.

Características das Correntes para Chuva

corrente de chuvaCorrentes para chuva podem ser encontradas no mercado contemporâneo no simples formato de correntes mais robustas, tanto em cobre, em alumínio galvanizado quanto em plástico – inclusive de várias cores.

Elas devem ser presas a pontos estratégicos diretamente da borda do telhado ou aonde duas calhas se encontram. Podem, também, sair dos buracos aonde antes os canos se encaixavam à calha.

Se o buraco for maior do que a largura da corrente, é possível diminuí-lo com resinas ou emendas de metal, de modo que a água fique bem focada.

Se forem suficientemente pesadas e/ ou estão numa região com pouco vento, as correntes dispensarão ganchos que as prendam ao solo.

Algumas pessoas penduram correntes para chuvas em outros lugares, tais como pérgolas e até mesmo em árvores.

Modelos Alternativos de Correntes para Chuva

corrente de chuvaMuitas vezes as correntes clássicas ganham encadeamentos diferentes para adicionar um toque de originalidade ao objeto.

Atualmente, inclusive, o conceito das correntes para chuva foi expandido e é possível encontrar modelos que consistem em contas grandes ou pedras alinhadas, pequenas xícaras de cobre, taças de plástico, bolas de borracha ou de vidro e vários outros objetos encadeados.

Às vezes esses formatos, como o de xícaras, facilita que a água escorra de uma para outra, sem espirrar.

Na verdade as ideias variam muito e já existe todo um artesanato dedicado a isso, com preços para todos os bolsos.

Com essa variedade, as correntes para chuvas acabam por combinar com diferentes tipos de arquitetura, da mais rústica às mais contemporâneas.

Como são relativamente simples de instalar, muitas pessoas colecionam diferentes modelos de correntes para chuvas e as trocam periodicamente.

Correntes para Chuvas: Aonde Escoar a Água?

corrente de chuvaComo já mencionamos anteriormente, os japoneses costumam, até hoje, colocar baldes e até mesmo recipientes maiores na extremidade inferior das correntes para chuvas, de modo a colher a água e utilizá-la para a limpeza doméstica, numa boa prática de sustentabilidade.

No entanto existem outras maneiras de receber a água que desce – desde simplesmente nada, deixando a água escorrer livremente, até o contrário: posicionar as correntes sobre ralos ou sarjetas.

Outras pessoas aproveitam a água conduzida pelas correntes para alimentar diretamente vasos de vidro ou cerâmica decorados com pedras e plantas e equipados com bombinha de aquário, criando uma pequena fonte.

Regadores e até mesmo pequenos moinhos também costumam arrematar a ponta inferior das correntes.

As correntes também podem levar a água para uma pedra de tamanho médio, cercada por um pequeno terrário coberto de seixos e musgos. A pedra dissipa o impacto direto da água no solo.

Como instalar as correntes de escoamento: