Piso de ceramica tonalidade e bitola

Escrito por

Tonalidade da ceramica, o que é?

São variações de cores, nuances, brilhos e texturas existentes em um produto em função de fatores relacionados com matéria prima e variações que ocorrem durante o processo de fabricação.

 Por que os produtos são classificados por CÓDIGOS DE TONALIDADE?

As cores cerâmicas são classificadas em faixas de tonalidade próximas (nuanças), identificadas com códigos numéricos nas embalagens.
Exemplos: 5010, 5011, 5012, 5013.

Cada conjunto de caixa identificado com o mesmo número de tonalidade, forma um lote de produção para um determinado produto.

Qual a importância da TONALIDADE na prática?

Num mesmo ambiente deve-se utilizar caixas do produto identificado com o mesmo número de tonalidade.
Então, na obra, o proprietário deve verificar se as embalagens estão rigorosamente separadas por códigos, formando pilhas uniformes, e se essas pilhas estão com os códigos todos para frente.

Assim não terá problemas futuros de “caixas intrusas”, ou seja, poderá haver uma diferença muito grande entre as tonalidades das diferentes caixas.

Antes de assentar confira se todas as caixas têm a mesma identificação de qualidade, tamanho, bitola e tonalidade.

Retire o material de 3 ou 4 caixas, faça um painel e verifique se o conjunto fica harmonioso.

Este procedimento permite ao cliente verificar se gosta ou não do efeito conseguido.

Na ceramica, o que é BITOLA?

São os limites de variações nos tamanhos das peças, que ocorrem por causa de pequenas diferenças de temperatura do forno e pequenas variações de granulometria do material.
Estes limites são precisos entre um mínimo e um máximo.

Qual a importância da BITOLA na prática?

Uniformidade das Juntas – Facilidade de Alinhamento

– Não se pode assentar produtos de diferentes bitolas num mesmo local, pois as juntas não ficarão com um alinhamento adequado, e como conseqüência teremos um revestimento não uniforme e cheio de falhas.

fonte:Dal Fabbro