Blocos de concreto!

Original: https://www.fazfacil.com.br/reforma-construcao/blocos-de-concreto/ Escrito por

 Utilização dos blocos de concreto vazados

Ao fazer o comparativo de custo entre uma parede de tijolos cerâmicos e uma de blocos de concreto, lembre-se:

os blocos de concreto podem dispensar chapisco e emboço, dependendo do tipo de acabamento aparente que voce escolher.

Existem muitos fabricantes artesanais de blocos de cimento, levando a uma variação bastante grande de tamanhos e qualidade. Na hora de comprar e receber os blocos é nesseçario fazer uma boa escolha, caso contrario o prejuizo será evidente.

Vantagens

O Bloco de concreto custa em relação ao Tijolo de barro + ou – %.

Comparação custo Tijolo & Bloco para construir uma casa;

o Tijolo significa em média 2% do custo de uma obra o Bloco significa  em média 5% do custo da mesma obra.
no final com Tijolo custa 100%, com Bloco, custa em média 75%, portanto uma economia de 25%.

Levantamento de paredes com maior velocidade, devido ao tamanho maior das peças quando comparadas aos tijolos convencionais, o que também permite que as paredes sejam erguidas com alinhamento mais definido;

As paredes permitem a passagem de tubulações destinadas às instalações elétricas, telefônicas e sanitárias, eliminado o trabalho posterior de cortar as paredes para o embutimento das canalizações;

Blocos de Vedação: destinam-se ao fechamento de vãos de prédios;

Blocos Aparentes ou Arquitetônicos: função decorativa;

Blocos Estruturais: permitem que as instalações elétricas e hidráulicas fiquem embutidas já na fase de levantamento da obra.

Os Blocos de Vedação e os Blocos Estruturais feitos de concreto são, aparentemente, fisicamente idênticos. Entretanto, os Blocos Estruturais possuem paredes mais espessas, o que lhe confere maior resistência aos esforços de compressão e, portanto, podem ser usados para dar sustentação às construções.

O que é alvenaria estrutural?

A alvenaria estrutural é o sistema construtivo que, pelos trabalhos de pesquisa, pelo desenvolvimento de materiais mais resistentes e pela incorporação de conceitos da indústria, apresentou maiores e mais visíveis avanços do que qualquer outra forma de estrutura usada na construção.

Quais as vantagens de se utilizar alvenaria estrutural na obra ?

as principais vantagens se refletem em:

a) Elimina quase 100% formas e ou caixarias, conseqüentemente reduzindo a mão de obra em carpintaria e materiais;

b) Redução marcante no uso de ferragem, concreto e mão de obra de armador;

c) Simplificação das instalações elétricas e hidráulicas pela ausência de necessidade de rasgos nas paredes;

d) Se usar revestimento, este será de menor espessura (em geral menor que 4 mm internamente e 6 mm nas faces externas das paredes);

e) Facilidade de treinar mão de obra para executar o serviço;

f) Facilidade de detalhamento do projeto, resultando em maior rapidez e facilidade de execução;

g) Facilidade de supervisão da obra;

h) Ótima resistência ao fogo, além de excelente isolamento térmico e acústico;

i) Grande flexibilidade arquitetônica, pelas pequenas dimensões dos blocos, além da variedade de cores, permitindo com isso detalhamentos estéticos bastante atraentes;

J) Custo final da obra diminuindo consideravelmente;

Os blocos podem ser usados em paredes estruturais ?

Sim, desde que sejam do tipo específico para este fim, de acordo com as normas técnicas.

Ele se chama estrutural pois suporta a carga da construção, mesmo sem as vigas e os pilares.

Se precisar apenas fechar um vão, escolha os blocos de vedação, menos resistentes.

Que cuidados devo tomar ao usar alvenaria estrutural ?

Os principais cuidados que devem ser observados são:

a) Rejeitar blocos quebrados, trincados e sujos;

b) Usar somente argamassa dosada pelo engenheiro ou mestre de obra;

c) Preencher completamente as juntas entre os blocos com argamassa;

d) Assegurar prumo e alinhamento corretos, uma vez que as paredes de blocos não recebem reboco grosso;

e) Evitar deixar cair argamassa nos buracos dos blocos;

f) Não reutilizar argamassa juntada do chão;

g) Garantir juntas de 1 cm, podendo a junta entre a laje e a primeira fiada ser mais grossa para corrigir o nível, desde que seja feita com argamassa especial;

h) Não molhar o bloco antes de assentá-lo;

i) Não usar argamassa após 2 horas e meia da mistura;

j) Somente corrigir o prumo e o alinhamento do bloco no momento do assentamento. Se precisar corrigir o prumo e o alinhamento após executada toda a fiada, o bloco deve ser retirado com a argamassa e assentado novamente com argamassa nova;

k) Não usar argamassa misturada na caixa. Usar sempre a betoneira;

l) Não alterar o traço da argamassa com a adição de cimento ou areia. O único produto que pode ser usado na argamassa após a mistura é a água.

É possível quebrar a parede para fazer as instalações elétricas e hidráulicas ?

Quando as paredes( e o blocos) são estruturais, só se pode cortá-los na vertical, para embutir prumadas ( colunas coletoras de esgoto ou de águas pluviais).

O melhor é interromper a parede a concentrar as prumadas dentro de dutos ( espaços vazios construídos com blocos).

Já as paredes de vedação permitem cortes horizontais e verticais, desde que não fiquem fragilizadas. Por isso o projeto executivo deve definir esses cortes de forma racional.

 Verificação das Superfícies dos blocos

É importante verificar, através de inspeção visual, se os blocos de concreto atendem às seguintes características físicas :

– deve ser homogêneo e compacto;
– devem ter arestas vivas;
– não devem apresentar trincas, fraturas, imperfeições ou outros defeitos;
– devem ter superfície suficientemente áspera para garantir uma boa aderência, não sendo permitida qualquer pintura que oculte defeitos eventualmente existentes no bloco

O não atendimento aos requisitos normativos indica que os blocos possam ter o seu assentamento prejudicado, ou afetar a resistência ou a durabilidade da construção.

fonte: www.blocpar.com.br