Sistema de aterramento de cercas em areas rurais !

Escrito por

Uma nuvem tempestuosa pode carregar de eletricidade estática o arame das cercas.

O gado que tocar a cerca funcionará como fio terra, conduzindo a corrente da cerca até o solo, que passará pelo seu corpo, podendo provocar a morte do animal.

Por este motivo e importante descarregar a eletricidade estática acumulada nos arames da cerca através de aterramento.

Cuidado com as cercas

As cercas conduzem o raio. Elas podem ser isoladas das edificações e aterradas nesses pontos.

Em locais de circulação de pessoas e animais as cercas devem ser seccionadas e aterradas em intervalos regulares.

Essas recomendações aplicam-se também a varais longos e ou que estejam em contato com edificações.

O aterramento sempre deverá ser feito utilizando-se hastes próprias para o mesmo.

  • Cerca Paralela à Rede de Distruibuição Rural.
    No caso do paralelismo situado ate 30m da rede, a cerca deverá ser aterrada e seccionada a cada 250 metros.
  • Cerca Transversal à rede de Distribuição Rural.
    O aterramento e o seccionamento deverão localizar-se próximo ao limite da faixa de segurança.

 

cerca-sitio

Aterramento das cercas

O aterramento das cercas deve ser feito a pelo menos cada 40 metros, interligando os arames da cerca entre si e ligando o arame de interligação a uma haste ou malha de aterramento.

Para reduzir a eletricidade acumulada é conveniente secionar a cerca a cada dois ou três aterramentos.

A figura abaixo mostra como deve ser feito este secionamento que pode ser realizado de três maneiras:

– Utilizando isoladores especiais;

– Utilizando pedaços de madeira de 30 a 50 cm, fixando os arames de interligação e aterramento em suas extremidades.

– Interrompendo a cerca pôr dois mourões afastados de 30 a 50 cm e aterrando cada trecho no mourão correspondente.

O estado de conservação das hastes deve ser verificado periodicamente (2 a 3 anos), pois pode haver corrosão e o arame de aterramento ficar solto.

fonte:Montal