Como viajar de avião com seu cão

Escrito por

 

Vai viajar e quer levar o seu amigo peludo?
Confira o passo a passo para fazer uma viagem tranquila com seu cachorro!

Observe a legislação para entrada de animais no país de destino

como viajar com o cão

Cada país possui suas próprias normas para a entrada de animais domésticos.

Se informe com bastante atenção e anote toda a documentação que será necessária providenciar.

Como regra geral:

– São exigidas as vacinas em dia, sobretudo a vacina contra raiva, que deve ter sido aplicada a menos de 1 ano.

– Também será exigido que o cachorro passe por um exame com o médico veterinário nos 10 dias anteriores a viagem e obtenha o atestado de boa saúde e condição de ser transportado via transporte aéreo.

– Você também precisará providenciar a colocação de um microchip subcutâneo no animal.
Este microchip será a identificação do cão por toda a vida.

O microchip deve ser aplicado por um médico veterinário.
Este é um procedimento rápido e indolor, sem necessidade de sedação do animal.

– Com essa documentação em mãos, é necessário ir até o posto da Vigilância Sanitária, normalmente localizado no próprio aeroporto internacional da cidade, dentro de 3 dias antes da viagem, para obter o CZI – Certificado Zoosanitário Internacional.

Para vôos dentro do Brasil, bastam a carteira de vacina constando a vacinação anti-rábica e o atestado de boa saúde emitido pelo médico veterinário.

Como viajar com seu cão para países da União européia

viagem aerea do cao
Para viagens com destino a países que fazem parte da União Européia, é exigido o exame de sorologia para raiva, feito pelo Instituto Pasteur em São Paulo.

As clínicas veterinárias costumam prestar o serviço de coleta do sangue do animal e envio para o Instituto.

Para a coleta da amostra sanguínea, o cachorro deve ter sido vacinado contra raiva há mais de 30 dias e menos de 1 ano.
A coleta também precisa ser feita no mínimo 3 meses antes do embarque do cão.

Procure sempre o posto consular do país de destino para se informar adequadamente sobre todas as exigências específicas.
Não arrisque ter seu animal enviado de volta!

Vale lembrar que países como a Inglaterra, Escócia e Austrália não permitem a entrada de animais domésticos diretamente do Brasil.

Faça a reserva do animal com antecedência junto à companhia aérea

Antes de comprar sua passagem, verifique as normas e tarifas da companhia aérea quanto ao embarque de animais domésticos.

As companhias normalmente possuem limite de animais por vôo, portanto quanto mais cedo for feita a reserva do cão, maiores as chances de que ela seja aceita.

Animais de pequeno porte podem viajar na cabine do avião

Viagem de avião com cachorro

Algumas cia aéreas permitem animais pequenos na cabine do avião.

Muitas pessoas ainda não sabem, mas já há alguns anos os animais domésticos de pequeno porte não precisam mais serem despachados no porão da aeronave.

Os limites de peso mudam de acordo com a empresa aérea.

A francesa Air France aceita animais na cabine que pesem até 6kg , a portuguesa TAP aceita animais até 8kg e, na brasileira TAM, eles podem pesar até 10kg.

Cães de maior porte ainda precisam viajar no porão, porém também há um limite de peso e tamanho.

Cães de porte “gigante” podem ter que viajar em aviões de carga.

A seguir: A caixa de transporte e os pertences do cão.

Fotos utilizadas sob licença Creative Commons: Hipnos