Cachorros que soltam muito pelo: porque e como evitar?

Escrito por

A perda de pelo nos cachorros pode ter várias fontes, naturais ou causadas por doenças.

Entenda melhor como, porque acontece e a melhor forma de lidar com a queda de pelos do seu animal.

A troca de pelagem e as estações do ano

É normal que ocorram nos cachorros duas trocas de pelagem anuais, também chamadas de “mudas”.
Os pelos servem para proteger a pele do animal e também atuam como regulador de temperatura do corpo. Por isso, a pelagem precisa se adaptar às condições do ambiente.

Ela fica mais cheia e exuberante no inverno e diminui bastante próximo à chegada do verão.
Não podemos esquecer que os cachorros  nunca deixam de perder pelos, uma perda moderada ocorre durante todo o ano.
Porém, é natural que ocorra uma queda mais intensa de pelos durante estes dois momentos pontuais!

A  Queda de pelos e os hormônios sexuais

cachorros recem-nascidos

Após o parto a cadela costuma soltar muitos pelos.

Outro momento fisiológico de grande perda de pêlos ocorre logo após o cio ou parto nas fêmeas.

Nestes momentos, a imunidade está diminuída e isto pode predispor também ao aparecimento de pequenas inflamações na pele.

Portanto, as fêmeas castradas apresentam menor queda de pêlo, pelagem mais exuberante e menos doenças de pele.

Quedas de pêlo ligadas a doenças

Para observar se a queda de pêlo no animal é natural ou patológica, deve-se atentar para alguns sinais.

Se houverem “buracos” na pelagem ou se algumas partes da pele do cachorro estiverem desprovidas de pelo, é sinal de que a queda não é natural.
Observe também se há vermelhidão na pele e se o animal se coça, se esfrega nos móveis ou se mostra incomodado de qualquer forma.

Se a queda de pelos no seu animal for intensa e ocorrer por um período longo, se a pele do animal apresentar vermelhidão ou se aparecerem regiões de alopecia (sem nenhum pelo) ou feridas na pele, leve seu cachorro para uma consulta com o médico veterinário.

Como lidar com a queda de pelo nas estações?

A melhor forma de evitar pelos nos móveis e pela casa é realizar a escovação do animal.
Procure se informar nas lojas especializadas qual a melhor escova para o tipo de pelo do seu cachorro.
A escovação pode ser realizada diariamente.

A retirada de pelos morto ajuda a renovação mais rápida da pelagem e a manter a saúde da pele do animal.

Alimentação e queda de pelos nos cachorros

A alimentação é um fator importante que influencia a perda de pelos. Uma alimentação de baixa qualidade, com baixos níveis de gordura e alta quantidade de grãos e carboidratos intensifica a perda de pelos do animal.

Caso o seu cachorro apresente muita perda de pêlo, converse com o veterinário de sua confiança acerca da alimentação diária do seu cão e da possibilidade de oferecer suplementos alimentares específicos para a melhoria de qualidade da pelagem.

Cachorros de pelagem curta perdem menos pêlo?

Não! Este é um engano comum.
Na realidade os cães de pelagem curta costumam perder até mais pêlos durante todo o ano do que aqueles de pelagem média ou longa.

Existe cachorro que não solta pêlo?

O poodle é um cachorro excelente para quem é alérgico a pelos!

O poodle é um cão excelente para quem é alérgico a pelos!

Sim! Os cães da raça Poodle são considerados “cachorros hipoalergênicos”, pois praticamente não perdem pelos e são indicados para pessoas que possuem alergia ao pelo de cachorro.

O Cão de Crista Chinês e o Cão Pelado Mexicano são também exemplos de raças de cães que não possuem pelos.
Apesar de requererem alguns cuidados devido à pele exposta, podem ser uma boa pedida para quem procura um cachorro, mas não deseja conviver com pelos soltos pela casa!

Fotos utilizadas sob licença Creative Commons: darylljann, terryballard, Modern Relics, greg westfall.