Cuidados com o Cachorro no Frio

Escrito por

Estamos no outono, a temperatura baixou e logo mais já é inverno. A estação que pede aconchego, cobertores, mantas, blusões e tudo o que possa nos esquentar. E o seu  pet, como  proteger seu cachorro no frio?

Seu Cachorro Pode ter Hipotermia no Frio

O maior cuidado deve ser com a hipotermia (queda da temperatura corporal);  veterinários salientam a importância em deixar os animais em locais onde não haja correntes de vento ou umidade. Atenção deve ser redobrada em raças pequenas e em cães idosos.

Como saber se os animais estão com frio?

Observe, cachorros costumam mudar a postura quando estão com frio: ficam encolhidos, tremem e se movimentam pouco.

Toque nas orelhas. Se estiverem com as pontas geladas, quer dizer que ele está com o corpo mais frio.

Roupinhas: Como aquecer seu Cachorro no Frio


Nem todo cachorro precisa usar  roupas durante o frio.

Indica-se o uso em cães que ficam em áreas externas e têm pelagem curta, bem como em raças pequenas, mais propensas a perder calor rapidamente.

Há cães que aceitam e até gostam de usar roupinhas e há os que rejeitam por completo. Observe a reação do seu pet e saberá se é confortável ou não pra ele.

Opte por tecidos leves e modelos confortáveis. O objetivo é aquecer com conforto.

É importante destacar que as roupas devem ser retiradas em horários de temperatura mais amena e recolocadas quando a temperatura cai.

Verifique se a peça não tem zíperes, botões ou outros itens que machuquem ou irritem o cão.Esse tipo de item também pode ser perigoso para o seu amigo, pois ele pode arrancar e engolir.

Se a peça tiver mangas, elas não podem ser muito compridas, pois isso pode dificultar a movimentação do cachorro e até causar algum acidente.

A roupinha precisa ter abertura na parte traseira para facilitar a evacuação sem que ele suje a peça.É importante deixar a pele do seu cachorro respirar e lavar as roupinhas dele com frequência

Forre a Casinha do Seu Cão

Nas casinhas que são colocadas no lado de fora, no pátio, o ideal é forrar o piso. Você pode optar por  jornal, papelão ou uma placa de isopor.

Assim evita o contato direto do animal com uma temperatura mais baixa. Cobertores em desuso também são boas opções.

Dentro de casa, uma caminha já é o suficiente.

Alimentação do Cachorro no Frio

Animais que ficam mais em áreas externas, expostos às baixas temperaturas, podem aumentar a alimentação entre 20% e 30%.

Aqueles que ficam dentro de casa e não precisam gastar tanta energia podem manter a quantidade habitual.

Lembre-se de consultar um veterinário antes de alterar a alimentação do seu pet.

Passeios com os Pets nos Dias Frios

Ao contrário dos dias de calorão, no frio, a recomendação é dar preferência para os passeios em horários mais próximos do meio-dia, quando a temperatura tende a ser mais amena.

Tosas dos Cachorros no Inverno

São algumas as questões que envolvem a tosa durante o frio.

• Raças muito peludas podem criar nós nessa época do ano, ainda mais com o uso frequente de roupas.

• Pelo curto permite ventilação da pele, reduz as chances de criar fungos.

• Quando não conseguir se refugiar de um chuvisco, seu pet ficará com cheiro de cachorro molhado até o próximo banho se estiver com pelagem alta.

• Os cobertores de seu pet ficam livres de odores por mais tempo.

E independente de diminuir a altura do pelo de seu pet, nssa época do ano sempre é bom manter os pelos que ficam entre os dedos bem aparados. A umidade nas patas que têm pelos cumpridos permanece depois dos passeios, plataforma ideal para o crescimento de fungos. A mesma dica vale para os pelos que ficam dentro do ouvido.

Dica: aconselhe-se com o veterinário sobre a tosa indicada para essa época do ano.

Não Esqueça a Vacina Contra a Gripe Canina


A gripe canina atinge qualquer raça ou idade. O risco de infecção pode acontecer pelo ar ou em contato direto com cães doentes em locais de grande concentração de bichinhos, como: parques, praças, pet shops ou mesmo em um simples passeio na rua.

Para proteger nossos amiguinhos da gripe canina, recomenda-se a imunização  a partir de oito semanas de idade.  A aplicação anual confere proteção e segurança ao seu companheiro.

Lembre-se de consultar seu veterinário para a escolha do melhor programa vacinal.

Essa lista de cuidados vai ajudar seu cãozinho a enfrentar o inverno com mais saúde e conforto, mas o mais gostoso dessa época é estar aconchegado com quem você ama!