Existe algum anticoncepcional para minha cadela ou gata?

Escrito por

Anticoncepcionais para animais!

Uma cria inesperada em casa pode ser um grande problema.
Por isso muitos proprietários buscam um anticoncepcional para suas cadelas ou gatas.

Porém, ao contrário das pílulas para as mulheres, os anticoncepcionais para gatas e cadelas são muito perigosos – entenda porque evitá-los!

Reprodução das cadelas e gatas – como são os sinais de cio

O momento em que as cadelas e gatas apresentam período fértil, ou seja, podem emprenhar, ocorre algumas vezes ao ano e são chamados de “cio”.

As cadelas costumam apresentar o primeiro cio por volta dos 7 aos 12 meses de idade e as gatas, a partir do 6º ou 7º mês de vida.

Nas cadelas é possível observar um sangramento, que dura em torno de 7 a 10 dias.
É após este período que entra o período fértil, que se estende por mais 7 a 10 dias.
Não há mais sangramento, porém a cadela está receptiva ao macho e irá emprenhar caso ocorra a cruza.

O cio nas cadelas se repete a cada 6 meses na maioria das raças.

anticoncepcionais em gatasNas gatas os sinais da proximidade do cio são mais sutis, mas podem ser observadas mudanças de comportamento.

A gata começa a se esfregar pedindo carinho com mais frequência, mia mais e passa mais tempo fora de casa.

Na gata, o cio se repete várias vezes durante o ano, pois é influenciado por estímulos ambientais.

Veja nosso artigo sobre como lidar com a gravidez da gata.

Cuidado como os tratamentos anticoncepcionais ou “pílulas do dia seguinte”!

Na verdade uma pílula do dia seguinte para animais ainda não existe.
O que existe no mercado é um anticoncepcional injetável que nada mais é do que uma grande dose de um hormônio chamado Progesterona.

Esta grande dose de hormônio é aplicada de uma só vez, com o intuito de inviabilizar a gestação.

Não há garantia da efetividade dos anticoncepcionais para animais – a efetividade dos anticoncepcionais em animais é muito falha.
Isto porque, para uma efetividade correta, ele deveria ser aplicado num período específico, exatamente antes da ocorrência do cio, o que é praticamente impossível de se prever.

Sem conseguir prever que sua cadela ou gata entrará no período de cio, a maior parte dos proprietários busca os anticoncepcionais depois de já ocorrido o cio ou até a cruza com o macho, momentos em que o anticoncepcional terá baixa efetividade.

Por se tratar de um método bastante barato, muitos proprietários, preocupados com a despesa extra que pode vir a ser uma ninhada inesperada, são levados a utilizar os anticoncepcionais por vendedores que não esclarecem o quão prejudicial é este tipo de aplicação para as fêmeas.

Consequências do uso de anticoncepcionais nas fêmeas

O resultado dessa “bomba” de hormônios no organismo da cadela ou gata é uma grande descompensação no equilíbrio hormonal, o que está diretamente ligado a graves enfermidades do aparelho reprodutivo da fêmea.

Como consequência deste desequilíbrio temos a ocorrência de infecções de útero e aparecimento de tumores de mama.
Além disso, se a cadela já tiver emprenhado, a aplicação de anticoncepcional pode levar a complicações na gestação.

Como evitar que sua cadela fique prenha?

anticoncepcionais em cadelasO método mais seguro e eficaz para evitar crias indesejadas e evitar a superpopulação de animais é a castração dos animais de estimação.

A castração é um método contraceptivo permanente para as cadelas e gatas, além de prevenir várias doenças relacionadas ao trato reprodutivo de fêmeas e machos, podendo inclusive diminuir em 98% a ocorrência de tumores de mama.

Leia aqui nosso artigo explicando sobre castração.

Caso sua cadela ou gata não seja castrada, fique atento para os sinais de cio e restrinja o acesso de animais machos não castrados ou não vasectomizados.

Seja consciente, não cause danos a saúde de seu animal.

Fotos utilizadas sob licença Creative Commons: mikebaird, pelican, masatsu