Alimentação Caseira para Cães: Guia Básico

Escrito por

E se você trocasse a ração do seu cachorro por alimentação caseira, feita por você mesmo? Sim, é totalmente possível – e, dependendo do tamanho do seu animal, mais econômico. Entenda melhor sobre comida para cães feita em casa.

O Cão: Um Carnívoro Domesticado

Os cães são essencialmente carnívoros, mas o longo tempo de evolução desta espécie junto ao homem fez com que se adaptassem a nossa dieta, tendo, hoje em dia, um paladar muito próximo do nosso.

Dizemos, portanto, que o cão é um carnívoro não estrito – a base da sua dieta ainda são carnes, vísceras, ossos, mas também pode se alimentar de ovos, vegetais, frutas e carboidratos.

O sistema digestivo dos carnívoros é extremamente ácido, sendo capaz de digerir facilmente as proteínas das carnes.

Por outro lado, os cães não mastigam o alimento – apenas rasgam e engolem em pedaços menores – e não possuem enzimas específicas para a digestão do amido, motivo pelo qual dietas com altos níveis de carboidrato ou com muitas fibras vegetais não são bem aproveitadas por esses animais.

Necessidades Alimentares dos Cães

Cachorros são capazes de comer praticamente tudo o que nós lhes oferecemos. Porém, o fato do cão gostar não significa que faça bem a ele!

cachorro carneA base da dieta dos cães deve ser proteína animal de boa qualidade (carne vermelha, frango ou peixe), gordura, pouco carboidrato e um complemento de verduras e legumes.

Cães e pessoas pertencem a espécies diferentes, por isso não dê restos de comida “de gente” para o seu cão!

Também não tente fazer do seu cachorro um “vegetariano” ou “vegan” – pessoas conseguem se manter saudáveis neste tipo de dieta, mas, diferente de nós, os cães ainda são animais essencialmente carnívoros e a privação de carne é altamente prejudicial para eles.

Dieta Básica para um Cão Saudável

comida cachorroAntes de dar comida caseira para o seu cão, certifique-se que ele está saudável, pois cães com doenças cardíacas, hepáticas, pancreáticas, renais ou outras doenças crônicas precisam de alimentação específica.

Uma dieta básica para um cão saudável pode ser composta pela combinação dos seguintes itens:

  • Carnes: carne de vaca, porco, frango, coelho, carneiro, peixe e até carne de rã ou exóticas;
  • Vísceras: coração, fígado, rins, pulmão (bofe), baço;
  • Carboidratos: batata- baroa, batata-doce, batata inglesa, inhame, mandioca (aipim), arroz (de preferência integral), macarrão;
  • Vegetais: agrião, alface, abóbora, abobrinha, beterraba, berinjela, cenoura, chuchu, quiabo, pepino, vagem;
  • Casca de ovo: a casca de ovo seca e moída atua como fonte de cálcio.

Proporções Entre os Alimentos

Um cálculo fácil é dividir a dieta em três partes iguais desta forma: carnes, carboidratos e vegetais. Do total, acrescente entre 5 a 10% de vísceras. Por exemplo:

  • 300g de carne;
  • 300g de carboidrato;
  • 300g de vegetais;
  • 50 a 90g de vísceras;
  • 1 colher de chá de farinha de casca de ovo

Qual a Quantidade de Alimento a Oferecer por Dia?

A quantidade de alimento que um cão deve ingerir por dia varia de acordo com sua idade, tamanho e nível de atividade física.

Em média podemos calcular:

  • Cães muito pequenos (ex: pinscher, chihuahua): 10% do seu peso. Ou seja, um cão com 1kg comerá 100g de alimento por dia.
  • Cães pequenos e médios (ex: poodle, maltês, cocker spaniel): 6% do seu peso. Ou seja, um cão com 10 kg comerá 600g de alimento por dia.
  • Cães grandes ou muito grandes (ex: pastor alemão, boxer, rottweiller): 4% do seu peso. Ou seja, um cão com 40kg comerá 1,6 kg de alimento por dia.

Importante! Estas quantidades são diárias! Portanto que devem ser divididas em pelo menos 2 ou 3 porções em um dia. Assim, um rottweiller de 40kg comerá duas porções de 800g ao dia.

Como Preparar o Alimento do seu Cão

Os alimentos devem ser cozidos em água e sem temperos.

cozinhandoOs carboidratos e vegetais devem ser sempre bem cozidos, pois os cães não conseguem digerir estes alimentos crus. Quanto mais cozido, mais fácil será digerido e melhor aproveitado pelo cão.

As carnes e vísceras não devem ser muito cozidas – de preferência deixe-as mal passadas. O sistema digestivo carnívoro do cão as utiliza melhor assim.

Quando servir, o ideal é misturar todos os alimentos, pois muitas vezes o cão irá escolher comer apenas as carnes. Adicione uma pitada de sal.

O alimento preparado pode ser separado em pequenas porções e mantido no congelador. Assim podemos cozinhar uma quantidade maior de alimento por vez e poupamos tempo no dia-a-dia.

Outros Alimentos que Podem ser Incluídos na Dieta do Cão

  • cachorro melanciaOvos: o ovo é um alimento rico em vitaminas e minerais e sua proteína é extremamente digerível – um ótimo alimento para fazer parte da dieta do seu cão. O ovo pode ser dado uma a duas vezes por semana, substituindo 50g de carne por um ovo.
  • Azeite ou óleo de côco: um fio de óleo vegetal é benéfico para a saúde do cão, principalmente para a pele e pelagem.
  • Iogurte: os cães adoram e o iogurte atua como probiótico natural. Evite os iogurtes com aromas e açúcar.
  • Frutas: podem ser dadas ao cão e são saudáveis, porém o excesso pode fornecer muito açúcar. Mesmo as frutas cítricas não costumam fazer mal aos cães, pois o pH do seu estômago é super ácido.

Atenção: este guia é um guia básico para cães saudáveis, para uma dieta específica para a idade e condição física do seu cão, consulte um veterinário nutricionista.

Cães com doenças crônicas não devem mudar a alimentação sem o acompanhamento de um médico veterinário. Faça exames de saúde no seu cão regularmente.