Televisor como escolher?

Escrito por

Atenção á finalidade que pretende dar ao aparelho de televisão.

Não gaste dinheiro com funcionalidades que, depois, raramente utiliza.

Antes de comprar, veja bem as dimensões mais adequadas do aparelho face ao tamanho do compartimento onde será colocado.

Uma televisão demasiado pequena ou demasiado grande (sem que haja suficiente distância ao ecran) impedem uma visualização correcta da imagem e recepção do som.

A tela

Os televisores de tela grande representam um grande fascínio para os consumidores, que devem se atentar para as dimensões do aparelho e da estante onde ele vai ser colocado, de modo a garantir que se possa assistir a uma imagem nítida.
E essa nitidez atinge seu ponto máximo a partir de uma determinada distância.

Existe uma relação entre o tamanho da tela e essa distância mínima que deve ser observada entre o olho e o televisor.

Quanto maior a tela, maior precisa ser a distância até as o espectador.

Os inconvenientes de uma TV desproporcional à dimensão do espaço vão além da falta de nitidez da imagem e problemas com o som, podendo acarretar em problemas de saúde como vista cansada e até dores de cabeça para o telespectador.

Simplificando a fórmula, o ideal é que a pessoa assista à televisão a uma distância equivalente a quatro ou cinco vezes o tamanho da tela.

 

Quem está pensando em adquirir uma televisão para uso em um Home Theater, precisa preocupar-se não só com a área da sala, mas com a decoração.

A qualidade do som é maior quando o ambiente possui itens que evitam eco, como cortinas pesadas, quadros na parede, carpete ou tapetes.

Pisos de mármore, granito e vidros refletem o som e facilitam o surgimento do eco.

Tela Plana

O tubo de imagem 100% plano proporciona imagens naturais e muito precisas, livre de distorções e deformações que normalmente ocorrem nos tubos de imagens convencionais.

Os reflexos são mínimos, garantindo uma imagem limpa e sem distorções em qualquer ângulo de visão.

Televisores com Tecnologia PLASMA

O televisor de plasma utiliza um gás que consiste em elétrons, carregados positivamente por uma partícula chamada íons, ou simplesmente partículas neutras.

O display de plasma também pode ser chamado de display de descarga de gás, pois trabalha com a passagem de eletricidade pelo gás néon, transformando-o temporariamente em carregado, caracterizando-o gás plasma.

A luz é gerada através de descargas elétricas no gás.
Dentro do painel de plasma, a série de células verdes, vermelhas e azuis é agrupada em uma matriz precisa.

Essas células são ativadas individualmente, criando um pixel preciso no campo de visão.

Com o conjunto de pixels formados nas diversas cores temos a formação da imagem.

Televisores com Tecnologia LCD

O display de cristal liquido ( Liquide Cristal Display ) é formado por lâminas de vidro com o cristal líquido, propriamente dito prensado entre elas.

Este é composto por moléculas, que através de descargas elétricas, realizam movimentos em forma de pequenos twisters, estabelecendo o controle das cores.

Quando a Tela de LCD está ligada, uma corrente de elétrica flui através dela. Esta corrente faz com que os cristais se alinhem para que a luz não consiga atravessá-la.

Com o controle seletivo do fluxo de corrente elétrica, a quantidade de luz que passa pelos filtros polarizados superior e inferior, também é controlada.

Essa luz é então transmitida por um filtro de cores para exibir cada cor desejada, dando, subseqüentemente, a formação da imagem.

Fonte: Gradiente