SPAM e a segurança na net, aprenda a identificar mensagens!

Escrito por

 

 

 

 

 

• Desconfie de mensagens que solicitam qualquer tipo de informação pessoal ou bancária;

• Não abra ou execute arquivos anexados.

• Não clique em links de mensagens suspeitas.

• Não acredite em prêmios e produtos grátis;

• Não faça download de arquivos e programas;

• Desconfie de mensagens que pedem confirmação de recebimento;

• Atenção para erros gramaticais e qualidade das imagens.

Como os spammers conseguem endereços de e-mail?

Os spammers utilizam diversas formas para obter endereços de e-mail, desde a compra de bancos de dados com e-mails variados, até a produção de suas prróprias listas de e-mails obtidos via programas maliciosos, harvesting e ataques de dicionário.

A obtenção através de programas maliciosos é possivel devido á grande ligação entre os spammers e aqueles que desenvolvem estes programas.

Um programa malicioso, muitas vezes, é projetado também para varrer o computador onde foi instalado em busca de endereços de e-mail, por exemplo, na lista de endereços (address book) do usuário.
Os endereços de e-mail coletados são, então, repassados para os spammers.

Já o harvesting é uma técnica utilizada por spammers que consiste em varrer páginas Web, arquivos de listas de discussão, entre outros, em busca de endereços de e-mail.
Muitas vezes, os endereços de e-mail aparecem de forma ofuscada.

Exemplos são as páginas Web ou listas de discussão que apresentam os endereços de e-mail com o “@” substituido por “(at)” e os pontos substituidos pela palavra “dot”.

Vale lembrar, entretanto, que os programas que implementam as técnicas de harvesting utilizadas pelos spammers podem prever estas substituições.

Nos ataques de dicionário, por sua vez, o spammer forma endereços de e-mail a partir de listas de nomes de pessoas, de palavras presentes em dicionários e/ou da combinação de caracteres alfanuméricos.

Campanha pelo uso da Cópia Oculta nos e-mails