Smartphones: Aparelhos e Aplicativos Infantis

Escrito por

Existe atualmente uma variedade quase inesgotável de modelos de celular – o que pode tornar até um pouco difícil a escolha pelo mais apropriado para uma criança.

Certos fatores precisam ser levados em conta na hora de comprar um smartphone para o seu filho: o real uso do celular, a personalidade da criança e idade são alguns dos principais.

Para uma criança pequena, que usará o aparelho principalmente para jogar e assistir desenhos, por exemplo, não é necessário um modelo com vários recursos de conectividade, grande espaço de armazenamento interno ou sistema operacional de última geração.

Já um pré-adolescente provavelmente precisará de um aparelho que armazena uma boa quantidade de aplicativos, além de possuir recursos de conectividade para usar as redes sociais e hardware que rode múltiplos apps simultaneamente.

Dicas de Aparelhos Celulares para Crianças

smartphone criançaEntre os inúmeros modelos disponíveis, existem duas marcas que são mais amigáveis às crianças.

O Nokia Lumia 530 , da Nokia, serve àquelas crianças menores e que, por isso, não precisam de um aparelho super potente e com inúmeros recursos.

Ele possui tela de 4 polegadas, processador com 1,2GHz, 4GB de armazenamento, 512MB de memória RAM e roda o sistema Windows Phone.

Assim, ele é capaz de rodar aplicativos mais simples e joguinhos sem problema, e sai por um preço bem em conta – cerca de 400 reais.

Outro modelo apropriado para crianças menores é o Moto E da Motorola – mas com o diferencial de poder rodar aplicativos e jogos mais pesados e que exigem um pouco mais do aparelho.

Isso é possível graças à sua memória RAM com capacidade de 1GM; o Moto E ainda conta com tela de 4,3 polegadas, o que também ajuda na hora de jogar no celular.

A linha Moto G, também da Motorola, é para os pré-adolescentes, que já se interessam por redes sociais e messengers.

Esses aparelhos podem ser considerados intermediários, mas possuem configurações mais do que suficientes para o uso cotidiano.

O Moto G 3, por exemplo, tem memória RAM de 1GB, tela de 5 polegadas, 16GB de armazenamento e ainda é à prova d’água.

Os Melhores Apps para Crianças

celular app criançaTodo esse interesse dos pequenos por celulares, claro, chamou a atenção dos desenvolvedores de aplicativos.

Por isso hoje há uma boa variedade de sofwtares voltados para divertir e educar a criançada.

Eles periodicamente entram e saem da lista de interesses dos pequenos: boas novidades sempre repercutem e mudam preferências.

Confira abaixo alguns dos mais populares do momento:

  • Quero Ser Turma da Mônica: A historinha infantil mais conhecida e querida do Brasil há década, a Turma da Mônica também pode acompanhar os pequenos no celular. Esse aplicativo permite que as crianças criem a sua versão como personagens de Maurício de Souza. É possível usar o avatar nas redes sociais e também armazenar a imagem no próprio smartphone.
  • Turma da Galinha Pintadinha: Desenho que é sensação entre as crianças menores, a Galinha Pintadinha encanta os pequenos. Com o app é possível acessar um álbum de imagens para colorir, montar quebra-cabeças e compartilhar tudo nas redes sociais.
  • Magic Piano: Desenvolver a aptidão motora das crianças enquanto elas se divertem tocando canções variadas – de Mozart a Let It Go, do filme Frozen! O jogo tem uma mecânica muito simples e permite que as pontuações sejam compartilhadas.
  • Fruit Ninja: Esse é outro jogo que une diversão e habilidade motora. Aqui as crianças se transformam em ninjas que precisam cortar frutas variadas, seguindo regras e tentando fazer a maior pontuação antes do tempo acabar.

Aplicativos de Celular a Evitar

Se por um lado os apps podem ser usados como formas de diversão e até educação dos pequenos, por outro eles também podem representar perigos como conteúdo inapropriado, compras online sem autorização dos pais, entre outros.

Por isso, é importante sempre ter cuidado com os apps que seu filho tem no celular.

Felizmente, hoje as principais lojas virtuais possuem formas de impedir que certos softwares sejam baixados. Verifique as configurações de controle dos pais, que podem ser ativadas no Google Play e na App Store.

Autoria: Texto elaborado por Humberto Puperi, da Cinco TI.