Segurança nas Áreas de Lazer de Condomínios

Escrito por

Muitas pessoas buscam morar em condomínios pela segurança e conforto que incorporadoras e construtoras oferecem em seus projetos. Veja algumas dicas para garantir que as áreas em comum estejam sempre seguras:

Seja de apartamentos ou casas, os condomínios têm se tornado populares principalmente entre as famílias com filhos. Eles garantem maior segurança e liberdade para as crianças.

Por conta disso, cada vez mais empreendimentos residenciais buscam oferecer áreas de lazer e comuns mais equipadas aos moradores.

Iluminação: Fundamental para a Segurança

playground noite iluminaçãoAs crianças gostam de brincar em qualquer horário – principalmente durante as férias, quando os horários mais relaxados permitem que fiquem até mais tarde se divertindo.

Além disso, algumas pessoas gostam de nadar na piscina ou jogar bola nas quadras de esportes depois de um dia de trabalho.

Uma boa iluminação, portanto, é muito importante para evitar acidentes. Não economize em pontos de luz nas áreas comuns do condomínio.

Sem ela, mesmo as câmeras de segurança não serão capazes de capturar imagens nítidas durante a noite.

Espaços como corredores, vias para circulação de carros, portarias e garagem também devem estar sempre bem claros.

A Sinalização Deve Ser Adequada

Normas de segurança devem estar sempre bem sinalizadas, ao alcance da visão e fáceis de compreender.

Algumas placas de avisos e símbolos já possuem uma forma exclusiva, garantindo que qualquer pessoa possa compreender o que significam. Elas são vendidas prontas em lojas específicas.

Dê preferência às feitas em PVC, que não enferrujam sob as intempéries climáticas que as áreas externas as sujeitam.

Salas de máquinas perto das piscinas, hidrantes, canos de gás, banheiros, lixeiras, indicações de velocidade para circulação de automóveis, localização de quadras e academias de ginástica, entre outros, devem sempre conter uma sinalização próxima.

Invista em Pisos Apropriados para Cada Área

piscinaO piso também deve ser muito bem pensado para os lugares de lazer. Por mais distintos que ele seja para diferentes áreas, eles devem ser em versões antiderrapantes.

Em playgrounds devem, ainda, ser mais macios, para que a criança não se machuque em possíveis quedas.

Para a instalação de brinquedos pesados, é importante que se tenha uma borracha de apoio, para não danificar as estruturas.

“Nos novos projetos de construção, vários tipos de borracha vêm sendo utilizados e é importante saber a procedência do fornecedor do material. A borracha de policloropreno, por exemplo, é utilizada para fabricação de apoio de neoprene, encontrado na construção civil”, afirma Renato Percílio, sócio da 3R Plásticos, especializada em materiais e equipamentos para a segurança de ambientes.

Instalação de Câmeras e Vigilância

Instalar câmeras nas áreas comuns e de lazer do condomínio garantirá a vigilância durante todo o tempo, permitindo que a segurança do local monitore as atividades e faça a segurança dos moradores e visitantes.

Com esses equipamentos, pais e responsáveis podem ficar mais tranquilos quanto a deixar seus filhos à vontade para brincar com amigos.

Ainda, segundo Percílio, “em áreas de lazer e playgrounds, além de oferecer opções de diversão, é necessário, principalmente, atender as necessidades de segurança das crianças e dos pais”, completa o especialista.

Instale Grades e Portões em Locais Importantes

gradesUma boa forma de delimitar espaços e aumentar a segurança de determinadas áreas é instalando grades e portões. Ao redor de playgrounds, grades evitam que uma criança saia correndo para vias de passagens de carro, por exemplo.

Em quadras de esportes, a bola nunca fugirá para fora da área; desta forma, não atingirá indivíduos e veículos que transitam fora dela, além de não se perder.

Além disso, portões ajudarão que se respeite os horários de uso das diferentes áreas – não só plays e quadras como também salões de festa e academias.

Isso garante que ninguém entre em horários inadequados ou em momentos em que a segurança não possa ser garantida.

Trata-se de uma ação essencial para evitar que as crianças se acidentem e não tenham alguém responsável por perto para ajudá-las.